Emprego é tão ou mais importante que o PIB, diz Mantega

Em apresentação a parlamentares da bancada do PT na Câmara, o ministro da Fazenda também destacou a previsão de crescimento para a produção agrícola

Brasília - A geração de empregos formais no País é tão ou mais importante do que o Produto Interno Bruto (PIB). A afirmação é do ministro da Fazenda, Guido Mantega, que, nesta quinta-feira, 9, faz uma apresentação fechada a parlamentares da bancada do PT na Câmara.

Embora a apresentação seja realizada a portas fechadas, é possível ver, por meio de uma porta de vidro, os destaques do ministro.

Além do emprego, foi possível ver que Mantega citou a crise internacional, dizendo que não houve crise para a maioria da população e que o País enfrenta a crise com forte estímulo à economia e com a manutenção do emprego. Que os fundamentos do Brasil são sólidos, há solidez fiscal e a inflação está sob controle.

Também foi possível perceber que o ministro, em uma das tabelas apresentadas aos convidados, destacou os juros, o câmbio, tributos e os investimentos em infraestrutura. E que a "transição demora para surtir efeito".

Mantega também destacou a previsão de crescimento para a produção agrícola, com alta de 16% em valor e que a a economia brasileira irá se recuperar em 2013. Consta ainda em sua apresentação que o investimento voltou a crescer e que em 2013 e 2014 o Brasil toma trajetória de crescimento de longo prazo.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.