Diretor da ANP prevê disputa nas áreas unitizadas no pré-sal

A agência divulgou hoje (26) a habilitação de 10 empresas interessadas na 2ª rodada do pré-sal e 15 para a 3ª rodada

Rio – O diretor-geral da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis, Décio Oddone, prevê que haverá disputa entre as empresas inscritas para a 2ª Rodada do pré-sal, prevista para 27 de outubro, no Rio de Janeiro.

Segundo ele, apesar do leilão aparentemente interessar apenas às empresas instaladas na região – já que a oferta se refere a áreas contíguas a campos já em exploração, as chamadas áreas unitizadas -, outras companhias deverão aproveitar a oportunidade para fazer um portfolio variado, com áreas do pré-sal sob o modelo de partilha e outras sob o regime de concessão.

A ANP divulgou nesta terça a habilitação de 10 empresas interessadas na 2ª Rodada do Pré-sal e 15 para a 3ª Rodada. No dia 3 de outubro será divulgada uma segunda lista de empresa interessadas, informou Oddone.

“Essa lista já mostra a qualidade de empresas que estão sendo atraídas para o pré-sal, empresas de grande porte, com capacidade de investimento, e espero que façam propostas”, disse o executivo ao Broadcast (serviço de notícias em tempo real do Grupo Estado).

De acordo com o executivo, o Brasil entrou para “1ª liga” da indústria do petróleo e gás natural com os leilões anunciados.

Em um evento no início da tarde, o secretário do Ministério de Minas e Energia, Márcio Félix, informou que mais cinco empresas deverão se inscrever para os leilões de outubro.

Fazem parte da lista já divulgada empresas como ExxonMobil, Shell, Total, Statoil, Repsol Sinopec , Petronas, Petrogal, Total, BP, CNODC, entre outras.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.