Dilma: emergentes perdem com valorização de suas moedas

Presidente afirmou que os esforços dos países emergentes para defender suas economias dos efeitos da crise global não devem ser classificados como protecionistas

São Paulo – Em seu discurso de abertura da 67ª Assembleia-Geral das Nações Unidas, em Nova York, nesta terça-feira, a presidente Dilma Rousseff disse que os países emergentes estão perdendo mercado por causa da valorização de suas moedas.

Segundo ela, “o mundo precisa controlar as guerras cambiais e reacender a demanda global”.

Dilma afirmou que os esforços dos países emergentes para defender suas economias dos efeitos da crise global não devem ser classificados como protecionistas. “Protecionismo e todas as formas de manipulação comercial devem ser combatidos”, disse.