Corte no Orçamento é de R$ 55,073 bilhões

As despesas discricionárias tiveram uma limitação adicional de R$ 368,6 milhões, ampliando o corte nestes gastos de R$ 35,01 bilhões para R$ 35,379 bilhões

Brasília - A revisão bimestral do Orçamento, divulgada há pouco pelo Ministério do Planejamento, aumentou levemente o contingenciamento de gastos do governo de R$ 55 bilhões para R$ 55,073 bilhões. As despesas discricionárias tiveram uma limitação adicional de R$ 368,6 milhões, ampliando o corte nestes gastos de R$ 35,01 bilhões para R$ 35,379 bilhões. Em relação às despesas obrigatórias, o governo revisou o valor a ser economizado de R$ 20,512 bilhões para R$ 19,694 bilhões.

No relatório divulgado hoje, não consta a reabertura de créditos extraordinários e especiais no valor de R$ 522 milhões, que havia sido anunciada no último dia 15 de fevereiro, quando o governo divulgou os primeiros números do corte no Orçamento.

O ministério informou também que não houve revisão dos parâmetros macroeconômicos utilizados pelo governo. A previsão de crescimento real do Produto Interno Bruto (PIB) foi mantida em 4,5% em 2012, enquanto a estimativa de inflação no ano, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), permaneceu em 4,7%.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.