Confiança do consumidor dos EUA salta em dezembro

Leitura preliminar do índice subiu para 82,5 em dezembro, ante leitura final de 75,1 de novembro

Nova York - A confiança do consumidor dos Estados Unidos subiu em dezembro diante da melhor perspectiva dos norte-americanos sobre a economia e o emprego, informou nesta sexta-feira pesquisa elaborada pela Thomson Reuters/Universidade de Michigan.

A leitura preliminar do índice subiu para 82,5 em dezembro, ante leitura final de 75,1 de novembro. Esta foi a maior leitura do índice desde julho, e superou as previsões dos analistas para leitura de 76.

"Toda a melhora foi entre as famílias com renda abaixo de 75 mil dólares. As famílias de alta renda mostram nenhum ganho em relação à leitura do mês passado", escreveu o diretor da pesquisa, Richard Curtin, em comunicado.

"Quase toda a melhoria foi concentrada nas perspectivas econômicas para o próximo ano e em como os consumidores analisaram as condições de comprar", ele disse.

O índice de condições econômicas atuais subiu para 97,9, ante 88,0 em novembro, superando as expectativas de leitura de 90, enquanto o indicador de expectativas do consumidor subiu para 72,7, ante 66,8, acima de um esperado 68.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.