Agência autoriza reajuste de gás residencial de 9,63% a 17,93% em SP

Aumentos variam de acordo com perfil dos clientes e são segmentados por atividade e volume de consumo

A Agência Reguladora de Saneamento e Energia do Estado de São Paulo (Arsesp) divulgou hoje, 1, a nova tabela de preços do gás natural fornecido pela concessionária Companhia de Gás de São Paulo (Comgás). Os aumentos autorizados pela agência variam de acordo com o perfil dos clientes, segmentados por atividade e volume de consumo.

O gás natural veicular teve reajuste de 40,1%, ficando em R$ 1,79 por metro cúbico. Para os consumidores residenciais, os aumentos variaram de 9,63% para a faixa mais baixa de consumo até 17,93% para o perfil de gasto mais alto.

Os clientes comerciais tiveram reajustes entre 12%, para os que tem menor consumo, até 25% para a faixa mais alta. As indústrias vão pagar entre 24,1% e 37,6% mais caro pelo gás a partir de hoje.

A Comgás atende a 1,88 milhão de clientes com uma rede de gás encanado distribuída por 88 municípios. A concessionária é responsável pelo abastecimento na Região Metropolitana de São Paulo, na Grande Campinas, na Baixada Santista e no Vale do Paraíba.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.