China anuncia "avanços importantes" em conversas comerciais com os EUA

Porém, os capítulos mais difíceis entre as potências, como a transferência forçada de tecnologia ou propriedade intelectual, ainda estão pendentes

Pequim - A delegação da China, que se encontra nos Estados Unidos com o objetivo de negociar uma saída para a guerra comercial entre os dois países, anunciou nesta sexta-feira que aconteceram "avanços importantes", informou a agência estatal de notícias "Xinhua".

Para o lado chinês, as negociações estão sendo "francas, concretas e frutíferas", apontou a fonte.

Estas declarações surgem poucas horas depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, mostrasse otimismo com a possibilidade de conseguir o longo deste mês um ambicioso acordo com a China.

No entanto, e apesar dos "avanços", os capítulos mais difíceis entre as duas maiores economias, como a transferência forçada de tecnologia ou propriedade intelectual, ainda estão pendentes de resolução.

Os EUA e China estão em uma guerra comercial desde o início do ano passado, mas Xi Jinping e Donald Trump chegaram a um acordo de paz, que expira no dia 1º de março, para negociarem.

Embora as duas partes tenham se reunido em várias ocasiões desde então, a situação voltou a ficar complicada com a prisão, no início de dezembro, da diretora financeira da empresa tecnológica chinesa Huawei, Meng Wanzhou, no Canadá, a pedido de Washington.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.