Brexit custará cerca de 1% ao crescimento britânico em 2017

Segundo FMI, o aumento das incertezas depois do referendo se projeta em um significativo enfraquecimento da demanda interna

A histórica decisão do Reino Unido de iniciar o processo de separação da União Europeia custará à economia britânica cerca de 1% de seu crescimento no próximo ano, alertou o Fundo Monetário Internacional (FMI).

"O aumento das incertezas depois do referendo se projeta em um significativo enfraquecimento da demanda interna", assinalou o Fundo em sua atualização das perspectivas de crescimento global.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.