Bolsonaro publica decreto que reduz imposto para videogames. O que muda?

Ao falar sobre a medida neste ano, o presidente disse que a "molecada voltou a chiar" sobre os preços do videogame

O governo federal publicou no Diário Oficial da União (DOU) decreto presidencial que reduz a tributação sobre games. Na prática, será reduzido o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) de consoles e máquinas de videogames, incluindo portáteis. A medida já havia sido anunciada na segunda-feira, 26, pelo presidente Jair Bolsonaro em suas redes sociais. No início do mês, Bolsonaro também já havia falado sobre o assunto.

A política vai seguir dando o tom na bolsa? Vai. E você pode aproveitar as oportunidades. Assine gratuitamente a EXAME Research

Esta é a segunda vez que Bolsonaro reduz o IPI sobre esses aparelhos em seu governo. Em agosto de 2019, um decreto cortou as alíquotas do imposto de 20% a 50% para taxas entre 16% a 40%, conforme o produto.

Pelo novo decreto, a cobrança agora vai variar de 6% a 30%.

Para consoles e máquinas de jogos, o IPI foi reduzido de 40% para 30%; para partes e acessórios dos consoles e das máquinas de jogos de vídeo cujas imagens são reproduzidas numa tela de um receptor de televisão, num monitor ou noutra tela ou superfície externa, a alíquota passou de 32% para 22%; e para máquinas de jogos de vídeo com tela incorporada, portáteis ou não, e suas partes, a redução foi de 16% para 6%.

'Molecada voltou a chiar'

Quando falou sobre a medida no início de outubro, o presidente afirmou que a "molecada" voltou a "chiar" novamente sobre os preços de jogos eletrônicos. Na ocasião, ele afirmou que há havia conversado com o ministro da Economia, Paulo Guedes, sobre o assunto.

Um dos filhos do presidente, Renan Bolsonaro, de 22 anos, é conhecido na internet por ser um gamer, fazendo transmissões ao vivo de jogos e sendo influenciador sobre o assunto.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.