Alta de tarifa de energia será menor que 40%, diz ministro

Eduardo Braga, porém, evitou dar mais detalhes sobre os patamares médios dos reajustes ordinários das tarifas

Brasília - O aumento médio nas tarifas de eletricidade no país em 2015 ficará abaixo de 40 por cento "com certeza", disse nesta quarta-feira o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga.

O ministro, porém, evitou dar mais detalhes sobre os patamares médios tanto dos reajustes ordinários das tarifas quanto das revisões extraordinárias que serão pedidas pelas distribuidoras para fazer frente à elevação dos custos da Conta de Desenvolvimento Energético (CDE) e do preço da energia da usina hidrelétrica de Itaipu.

"Não creio em (aumento de) tarifa de 40 por cento", disse o ministro a jornalistas.

Ao ser questionado se o reajuste será abaixo de 40 por cento, Braga respondeu "com certeza".

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.