A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Agropecuária cria 44.341 empregos em SP no 2º trimestre

Em números líquidos absolutos foram gerados 44.341 empregos com registro em carteira pela agropecuária em todo o Estado

São Paulo - O setor da agropecuária, em todo o Estado de São Paulo, aumentou em 12,3% o total de empregados com carteira assinada no segundo trimestre comparativamente aos primeiros três meses do ano, segundo dados do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego (Caged) compilados pela Fundação Sistema Estadual de Análises de Dados (Seade).

Em números líquidos absolutos foram gerados 44.341 empregos com registro em carteira pela agropecuária em todo o Estado.

No segmento de serviços foram gerados 41.423 empregos com carteira, o que representou um avanço de 0,7% em relação ao primeiro trimestre.

Neste segmento, os destaques foram os segmentos de transporte e comunicações com crescimento de 2%; serviços médicos, odontológicos e veterinários com expansão de 1,8% na contratação de trabalhadores com carteiras assinadas; e serviços de alojamento, alimentação, reparação e manutenção com aumento de 0,5% no saldo de empregos formais na passagem do primeiro para o segundo trimestre.

Em menor medida, com a abertura de 4.293 empregos com carteira assinada a administração publica direta e autárquica ampliou em 1,4% o quadro de trabalhadores com carteira assinada em todo o Estado de São Paulo.

Os setores que reduziram o número de empregos formais no Estado de São Paulo no segundo trimestre foram indústria de transformação, com queda de 0,8%.

A indústria metal mecânica diminuiu em 2,7% o seu contingente de trabalhadores com carteira. Também houve no segundo trimestre redução de 1,1% na taxa de empregos formais na construção civil em todo o Estado de São Paulo.

Já o segmento industrial de produtos alimentícios, bebidas e álcool etílico criou 11.412 postos de trabalhos formais, com crescimento de 2,1% sobre o primeiro trimestre.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também