Qual a diferença entre conta-corrente, conta salário e poupança?

Embora milhões de brasileiros usem serviços bancários diariamente, na hora de abrir uma conta, muitos não sabem o tipo mais adequado para suas necessidades
O que é conta poupança, conta-corrente e conta salário é uma dúvida comum, mesmo para quem já usa os serviços bancários (Athima tongloom/Getty Images)
O que é conta poupança, conta-corrente e conta salário é uma dúvida comum, mesmo para quem já usa os serviços bancários (Athima tongloom/Getty Images)
D
Da RedaçãoPublicado em 30/06/2022 às 12:00.

É crescente o número de pessoas que têm algum tipo de conta em banco — mais de 184 milhões de brasileiros atualmente, de acordo com dados do Banco Central. 

A pandemia deu um impulso na chamada bancarização da população, com a abertura de milhões de novas contas para o recebimento do Auxílio Emergencial, segundo o Relatório de Cidadania Financeira 2021 do BC. A criação do Pix também colaborou para trazer novos clientes, na análise da Federação Brasileira de Bancos (Febraban).

Mesmo com esse avanço da inclusão financeira nos últimos dois anos, muitas pessoas ainda têm algumas dúvidas importantes. Uma delas é sobre as diferenças entre os principais tipos de conta bancária: poupança, salário e corrente. 

Qual a diferença entre conta-corrente e poupança?

Para explicar as características e os objetivos de uso de cada modalidade, conversamos com a gerente-executiva de canais digitais do Banco PAN, Maria Eduarda de Andrade Paiva. 

Conta poupança: para rendimento
A conta poupança foi criada com o intuito de fazer os clientes pouparem seu dinheiro e se tornou o formato de investimento mais popular e tradicional no Brasil. “O saldo deixado pelo cliente tem a rentabilidade da caderneta de poupança, com a taxa de juros determinada pelo Banco Central”, explica Maria Eduarda.

Como é uma conta para poupar, não se pode receber o salário por ela. Mas, para utilizá-la, o cliente não paga nenhuma taxa e tem direito a uma movimentação básica e gratuita de dois saques, duas transferências e dois extratos por mês, além de poder utilizar livremente o cartão da conta na função débito. 

É a modalidade ideal para quem não quer produtos de crédito e procura uma conta gratuita com cartão de débito.

Conta-corrente: a mais usada

Essa é a conta mais completa e que dá acesso a toda a gama de produtos bancários — como empréstimos, cartão de crédito, financiamentos, investimentos — e todas as opções de movimentação financeira como pagamento de boletos, impostos, TEDs, DOCs e Pix.

Os bancos podem cobrar por um conjunto de serviços, que chamam de pacote de tarifas, mas todas as instituições precisam oferecer um pacote mensal gratuito, denominado serviços essenciais. 

O pacote inclui: cartão de débito para compras e saques; quatro saques (no caixa eletrônico ou guichê); duas transferências entre contas da mesma instituição; dois extratos no caixa eletrônico; um talão de cheques com dez folhas; e transferências ilimitadas do tipo Pix.

“Essa é a conta ideal para quem busca investir seu dinheiro, contratar produtos e empréstimos e realizar as movimentações financeiras de rotina, como pagar um boleto, comprar com o cartão de débito ou crédito e enviar dinheiro para um amigo”, resume Maria Eduarda, do Banco PAN.

O que é conta salário?

Conta salário: para depósito

“A conta salário se destina ao pagamento de remuneração (além de pensões e aposentadorias) das empresas ou órgãos responsáveis para seus funcionários/beneficiários”, diz Maria Eduarda. 

A abertura e o encerramento dela são de responsabilidade do pagador que deseja utilizar os serviços do banco para facilitar os depósitos. Geralmente, é ele quem fornece ao empregado/beneficiário a orientação para abertura.

"Trata-se de uma conta gratuita, com saques e transferências limitadas (variam de acordo com o banco) e com cartão de débito para transações em estabelecimentos. O cliente ainda pode pedir gratuitamente a portabilidade do dinheiro para a conta-corrente da sua escolha.”

(Arte/Exame)

Veja Também

3 dicas para usar a sua restituição de imposto de renda
Organizar
Há 4 semanas • 2 min de leitura

3 dicas para usar a sua restituição de imposto de renda

Serasa parcela 2 milhões de dívidas em 14 vezes ou mais
Minhas Finanças
Há 2 meses • 2 min de leitura

Serasa parcela 2 milhões de dívidas em 14 vezes ou mais