Acompanhe:

App Banco PAN: inteligência de dados é aposta para oferecer melhores produtos

Instituição usa analytics para ofertar de forma contextualizada produtos e serviços que atendam às necessidades de seus clientes

Novo app do Banco PAN: dados compartilhados com autorização dos clientes para gerar uma experiência mais amigável e acessível, visando impulsionar, também, a educação financeira de quem trafega pela plataforma (d3sign/Getty Images)

Novo app do Banco PAN: dados compartilhados com autorização dos clientes para gerar uma experiência mais amigável e acessível, visando impulsionar, também, a educação financeira de quem trafega pela plataforma (d3sign/Getty Images)

e
exame.solutions

26 de setembro de 2022, 12h56

A digitalização do setor bancário vem em uma crescente há alguns anos, e os bancos digitais estão ganhando cada vez mais espaço no mercado. O PAN vem caminhando de forma acelerada nessa jornada.

O processo de digitalização da instituição começou em 2017, com a aposta em um ambiente de experimentação para fortalecer e expandir sua atuação. Leandro Marçal, Diretor de Tecnologia e Operações do Banco PAN, explica que como resultado, em 2019, a instituição lançou o Formalizador Digital, que hoje é referência no mercado, desenvolvido integralmente dentro de casa e com processamento em nuvem.

A plataforma tinha como objetivo aumentar a segurança, a capilaridade de contratação e o acesso aos serviços do PAN, permitindo realizar digitalmente a etapa de assinatura das propostas. “O Formalizador Digital alavancou o processo de concessão de crédito consignado e veículos, além de ser base para a operação da conta digital, lançada em março de 2020.”

Empréstimo FGTS: banco PAN foi o primeiro a oferecer esse tipo de contratação de forma 100% digital (Banco Pan/Divulgação)

Cultura corporativa para inovação

Marçal explica que a trajetória colaborativa e com livre espaço para inovação dentro da instituição permitiu que todo o desenvolvimento da conta digital fosse realizado em apenas nove meses. “O produto consolidou a rápida evolução do Banco no ambiente digital e apresentou forte crescimento da base e no engajamento com os nossos clientes”, diz.

Seguindo essa estratégia de atuação, o PAN se transformou em uma plataforma digital completa de banking e soluções financeiras e, em 2021, foi o primeiro a oferecer a contratação do Empréstimo FGTS de forma 100% digital via aplicativo. “Como resultado, em apenas um ano, conquistamos mais de 3 milhões de solicitações no canal”, revela Marçal.

Neste ano, em abril, o Banco PAN anunciou o lançamento de uma nova versão de seu aplicativo, depois de dez meses de desenvolvimento, desde as pesquisas e concepção.

Leandro Marçal, diretor de tecnologia e operações do Banco PAN: cultura colaborativa e de inovação permitiu que todo o desenvolvimento da conta digital fosse concluído em nove meses (Banco Pan/Divulgação)

Aplicativo bancário com inteligência de dados

A nova versão do app, explica Marçal, está mais dinâmica e simplificada. “Seguindo a estratégia de oferta contextualizada, utilizamos dados compartilhados com autorização dos clientes para gerar uma experiência mais amigável e acessível, visando impulsionar, também, a educação financeira de quem trafega pela plataforma”, afirma.

Para que isso fosse possível, o Banco PAN investiu em pesquisas e análises de consumo em diferentes segmentos. “Colocamos no ar uma interface interativa e alinhada com o perfil de consumo de cada cliente”, diz o executivo. Por exemplo, quando um cliente está com saldo negativo na conta, os valores são apresentados em vermelho e as ilustrações mostram uma sinalização de alerta, reforçando a necessidade de acompanhamento do saldo. Já quando a fatura do cartão fechou e o cliente ainda não pagou, o app sobe um banner na home para incentivar o pagamento e lembrar o cliente que ele precisa pagar para não ficar devedor.

Design inteligente: nova versão do app usa dados em tempo real para organizar a interface de acordo com a situação financeira do cliente (Banco Pan/Divulgação)

“A nova versão do app usa inteligência de dados em tempo real para organizar o design de acordo com a situação financeira do cliente, realizar ofertas contextualizadas a partir de um comportamento prévio e sugerir algumas soluções do nosso portfólio, como o investimento no Poupa PAN”, explica Marçal. Nesse sentido, o cliente se beneficia de uma oferta alinhada com o seu momento de vida.

Banco 100% digital

Todas as movimentações bancárias dos clientes do Banco PAN são realizadas pelo app, diz Marçal. “A nossa estratégia de mobile first tem se mostrado bastante eficiente, uma vez que o público da conta digital está acostumado com o canal e se sente confortável em utilizá-lo.”

Para seguir aprimorando a navegação do usuário, o PAN está sempre atento aos feedbacks dos clientes. O relatório de resultados mais recente da empresa mostra que a constante evolução de experiência do usuário dos canais permitiu manter altos níveis de engajamento. Hoje, 51% dos clientes bancários são ativos. No total, o Banco PAN tem 16,1 milhões de banking clients e 20,9 milhões de clientes totais (incluindo demais serviços, como crédito e consumo), sendo um dos maiores players digitais do país.

O fato de ser um banco digital, aliás, permite a oferta de um crédito mais contextualizado e que atenda às necessidades dos consumidores em diversos momentos da jornada.

“O PAN atua como uma plataforma digital completa de banking e consumo. Nesse sentido, nossos clientes passam a ter acesso a diferentes produtos e serviços que conversam entre si. A operação 100% digital, alinhada ao trabalho de analytics desenvolvido com dados coletados de forma autorizada pelos clientes, permite um melhor conhecimento do perfil de consumo do nosso público e corrobora para a oferta de produtos e serviços que realmente faça sentido para o momento e desejos de vida de cada um dos nossos clientes”, detalha Marçal.

Ao final do segundo trimestre deste ano, 6,2 milhões dos clientes bancários do Banco PAN possuíam um total de R$ 14,2 bilhões em crédito com a instituição, o que representa 39% de toda a carteira de crédito. O PAN originou mais de R$ 6,6 bilhões em novos créditos no segundo trimestre, alcançando uma carteira de crédito total de mais de R$ 36 bilhões

Últimas Notícias

ver mais
O que explica a queda no número de desbancarizados no país
Organizar

O que explica a queda no número de desbancarizados no país

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
Quanto custa tirar a CNH em 2023?
Organizar

Quanto custa tirar a CNH em 2023?

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
Conta conjunta: como funciona, prós e contras
Organizar

Conta conjunta: como funciona, prós e contras

Há menos de um minuto • 1 min de leitura
icon

Brands

ver mais

Uma palavra dos nossos parceiros

Exame.com

Acompanhe as últimas notícias e atualizações, aqui na Exame.

leia mais