Cientista acredita que viagem por buracos de minhoca é "teoricamente possível"

Thanos conseguiu viajar pelos buracos de minhoca nos filmes da Marvel – mas a humanidade vai precisar esperar mais um pouco

Uma astrofísica britânica acredita que é provavelmente possível que seres humanos consigam viajar por buracos de minhoca para outros cantos do universo daqui a alguns anos – se aproveitando dos conhecimentos científicos adquiridos ao longo dos anos e da capacidade de fabricar energia negativa em laboratório.

A teoria dos buracos de minhoca indica que é possível usar esses “buracos de minhoca” para fazer viagens longas no universo, mas de forma mais rápida. Tudo surgiu com Einstein e a relatividade. Esse buraco de minhoca teria duas bocas, com uma espécie de garganta conectando as duas, o que permitiria que o indivíduo entrasse de um lado e saísse do outro.

Quer trabalhar na área de tecnologia? Aprenda do zero a programar com nosso curso de Data Science e Python.

Para facilitar a explicação, pense no filme dos “Vingadores”. É claro que, para muitos cientistas, a representação do filme dos super-heróis não é totalmente real, mas o vilão Thanos utiliza os buracos de minhoca o tempo todo para se transportar de um lugar para outro.

A chave para uma viagem no tempo através de um buraco de minhoca é acelerar uma das duas bocas à velocidade da luz para que o tempo dentro dele passe lentamente e então voltar para a boca que não se moveu. Para isso, é preciso evitar que ele entre em colapso — uma tarefa muito complicada. Para fazer esse tipo de viagem é preciso encontrar partículas e elementos muito peculiares (e talvez até inexistentes) em nosso universo.

Andreea Font, da Liverpool John Moores University, aponta que a energia negativa necessária para manter uma das bocas abertas contra a força da gravidade existe e já foi até produzida em laboratório – embora em quantidades pequenas. "Também sabemos que esse tipo de energia está por trás da expansão acelerada do universo, então a natureza pode ter achado um jeito de fazer os buracos de minhoca", afirmou em um artigo no site The Conversation.

Em um dos estudos mais recentes, publicado na revista científica Monthly Notices of The Royal Society, astrônomos russos sugerem que os buracos de minhoca podem existir no centro de galáxias bastante brilhantes, sugerindo formas de observá-los, baseando-se no que poderia acontecer com a colisão da matéria que deixa o buraco com a que entra nele. O cálculo dos cientistas mostram que a colisão, então, causaria um brilho forte que poderia ser enxergado usando telescópios.

Isso significa, então, que viajar por buracos de minhocas é algo teoricamente possível, mas não com a tecnologia que a humanidade possui hoje. O que se sabe, com certeza, é que os cientistas têm estudado cada vez mais esse fenômeno espacial. "Os buracos de minhoca ainda estão no reino da imaginação, mas alguns pesquisadores acreditam que vamos conseguir encontrá-los", disse Font.

Daqui a 200 anos, tudo pode mudar. Ao menos por enquanto, os humanos que se contentem com aviões, carros, trens e ônibus.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 9,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Atenção! A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos uma tiragem mensal. Clique aqui para saber mais detalhes.
Utilizamos cookies essenciais e tecnologias semelhantes de acordo com a nossa Política de Privacidade e, ao continuar navegando, você concorda com estas condições.