Casual

Prédio de Balneário Camboriú ganha premiação internacional de arquitetura

O projeto do prédio residencial Monolyt recebeu a premiação internacional de arquitetura, o Urban Design Architecture Awards 2024

Projeto do edifício Monolyt (Divulgação/Divulgação)

Projeto do edifício Monolyt (Divulgação/Divulgação)

Júlia Storch
Júlia Storch

Repórter de Casual

Publicado em 10 de abril de 2024 às 15h49.

Última atualização em 10 de abril de 2024 às 16h11.

Tudo sobreArquitetura
Saiba mais

Com previsão de lançamento para este ano na praia agreste de Balneário Camboriú (SC), o projeto do prédio residencial Monolyt recebeu a premiação internacional de arquitetura, o Urban Design Architecture Awards 2024.

O prêmio é organizado pelo portal de arquitetura Architecture Press Release, com o objetivo de reconhecer projetos icônicos e surpreendentes da arquitetura mundial com foco em temas como sustentabilidade, implementação de novas tecnologias e material.

Assinado pela Architects Office para a construtora Blue Heaven, o projeto foi desenvolvido para se integrar à natureza do local e preservar a paisagem.

Projeto do edifício Monolyt. (Divulgação/Divulgação)

“O projeto impressiona por inserir de forma detalhada elementos da natureza integrados ao cenário paradisíaco da Praia do Estaleiro, localizada entre as cidades de Balneário Camboriú e Itapema, no litoral norte catarinense. O objetivo da Blue Heaven é desenvolver uma obra que promova uma experiência única e que mescle arte com sustentabilidade e, além do luxuoso padrão construtivo, trazer um legado positivo ao cenário agreste da região”, comenta o CEO da Blue Heaven, Fabrício Bellini.

Próximo à orla da praia, o traçado simula o percurso do rio e do mar. Na área principal, o projeto incorpora uma grande rocha natural, como uma caverna, que conduz a um ambiente de lazer com piscinas, academia, lounges de descanso e espaço para trabalho.

Projeto do edifício Monolyt. (Divulgação/Divulgação)

O elemento fogo também é representado nas áreas comuns por meio de ambientes com lareira, spa, espaços para refeições intimistas e meditação.

Os apartamentos se conectam com a natureza e contam com piscinas privativas que atingem profundidade de 1,2 metro e grandes terraços.

Destaque para o material e os acabamentos previstos, como a predominância de pedras naturais e vidros que cercam as varandas e contornam a fachada. A madeira e os detalhes em aço escovado realçam o projeto com um toque contemporâneo.

Acompanhe tudo sobre:ArquiteturaArquitetosDesignBalneário Camboriú

Mais de Casual

Como a chinesa GWM quer dominar o concorrido mercado de SUVs no Brasil

Chefs e sommeliers premiados farão jantar para ajudar na recuperação do RS

12 hotéis que ainda têm vagas para o feriado de Corpus Christi

EUA é o melhor país para turismo no ranking do Fórum Econômico Mundial; veja a posição do Brasil

Mais na Exame