A página inicial está de cara nova Experimentar close button
Conheça o beta do novo site da Exame clicando neste botão.

Obra de Banksy é vendida por US$ 1,4 milhão e destruída logo depois

A obra foi vendida por valor três vezes maior que o esperado – apenas para ser destruída logo depois. Homem suspeito foi retirado do local.

São Paulo – Uma obra do artista de rua Banksy foi arremata por 1,4 milhão de dólares na casa de leilões Sotheby’s, em Londres. Pouco depois do último lance, porém, a obra se autodestruiu. Trata-se do famoso trabalho em spray “Garota com balão”, de 2006.

De acordo com informações do jornal The New York Times, a obra foi vendida por valor três vezes maior que o esperado – foi o preço mais alto já pago para uma obra de Banksy.

Logo após o fim do leilão, ouviu-se um som de alarme, e a obra começou a descer sozinha pela moldura, sendo destruída por uma fragmentadora de papel. Um homem suspeito foi removido do local pela equipe de segurança da Sotheby’s. Especula-se que o tal suspeito fosse o próprio Bansky. Uma foto do momento foi postada no Instagram do artista.

De acordo com a Sotheby’s, o comprador do quadro é um colecionador particular, que arrematou a obra em um lance por telefone. A casa de leilão afirmou estar discutindo os próximos passos sobre esse caso inédito.

View this post on Instagram

Going, going, gone...

A post shared by Banksy (@banksy) on

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também