Fórmula 1: saiba em quais cenários Verstappen pode se tonar campeão

Holandês tem 116 pontos de vantagem em relação ao vice-líder da temporada, Charles Leclerc, da Ferrari
Verstappen: piloto que iniciou a temporada de maneira turbulenta e com problemas em sua Red Bull, tem 116 pontos a mais do que Leclerc. (Kamran Jebreili/Reuters)
Verstappen: piloto que iniciou a temporada de maneira turbulenta e com problemas em sua Red Bull, tem 116 pontos a mais do que Leclerc. (Kamran Jebreili/Reuters)
A
Agência O GloboPublicado em 01/10/2022 às 11:14.

Max Verstappen pode garantir, já neste fim de semana, o bicampeonato da Fórmula 1 com ao menos cinco corridas de antecedência. Com 335 pontos e 11 vitórias nas 16 provas do ano, o holandês chega ao circuito de Marina Bay, em Singapura, com larga vantagem matemática em relação ao vice-líder da temporada, Charles Leclerc, da Ferrari. Os treinos classificatórios começam às 10 horas (de Brasília), deste sábado. O GP, no domingo, será às 9 horas, com transmissão da Band.

Verstappen, que iniciou a temporada de maneira turbulenta e com problemas em sua Red Bull, tem 116 pontos a mais do que Leclerc, que soma 219 pontos. Sergio Pérez (Red Bull) é o terceiro, com 210.

Pensando em mudar de carreira? Invista na sua carreira com o maior portal de negócios. Assine a EXAME.

Em seis corridas, o piloto que vence e faz a volta mais rápida em todas elas garante 156 pontos. Depois de Singapura, o número no máximo de pontos que poderá ser conquistado é 138 (cinco corridas, cinco voltas mais rápidas e um sprint).

O holandês da Red Bull consegue, já em Singapura, ampliar os atuais 116 pontos de vantagem para mais de 140, já que o vencedor de um GP fatura 25 pontos (26 em caso de melhor volta).

A primeira corrida noturna da F-1, no calendário desde 2008, é famosa por ser o maior desafio físico do campeonato. Isso tem a ver com a mistura entre o calor e a umidade do ar muito alta com uma corrida que sempre chega próxima do limite de 2h devido ao tempo de volta relativamente alto.

Veja cenários em que Verstappen é campeão

Ganhando a corrida e fazendo a melhor volta:

Neste caso, o holandês vai a 361 pontos e levanta o troféu se Leclerc ficar de 8° lugar para baixo (somando, no máximo, 223 pontos) e Pérez ficar de 4° lugar para baixo (somando, no máximo, 222 pontos). Depois disso, mesmo com abandono de Verstappen (e vitória do monegasco ou do mexicano) em todas as corridas restantes, o astro da Red Bull faturaria o título pelo número de vitórias. Os rivais diretos tem respectivamente três e uma vitórias na temporada.

Ganhando a corrida e sem fazer a melhor volta:

Neste caso, o atual campeão da alcança 360 pontos e fica com o bicampeonato se Leclerc chegar de 9° lugar para baixo (mesmo com o monegasco fazendo a volta mais rápida) e Pérez não ir ao pódio ou ficar no máximo na 4ª posição com a volta mais rápida.

Sem ganhar a corrida:

Independentemente dos outros resultados, a decisão fica para a corrida do Japão, marcada para o próximo domingo.