Fifa revela áudio do VAR no gol da Suíça contra o Brasil

No áudio, técnicos na cabine do VAR avaliam a imagem do gol de empate e concluem que o toque sofrido por Miranda foi "um empurrão muito leve"

Depois de se recusar a dar o áudio e vídeo para a CBF referente à comunicação entre o árbitro e a cabine do VAR, a Fifa revelou nesta sexta-feira, em uma coletiva de imprensa, todas as informações que levaram a arbitragem a validar o gol da Suíça contra o Brasil, na estreia das equipes na Copa do Mundo. 

Fifa explicou que não liberou antes o vídeo do gol da Suíça, como pediu a CBF, por considerar que não era “adequado” dar a informação durante a primeira fase. No áudio, os técnicos na cabine do VAR avaliam a imagem do gol de empate e concluem que o toque sofrido por Miranda foi “um empurrão muito leve”. 

O gol representou o empate da Suíça e levou a CBF a se queixar oficialmente junto à Fifa diante do fato de que o processo de verificação das imagens não teria sido bem conduzido. “Gol controlado”, afirmou a cabine ao juiz da partida. 

De acordo com o chefe da arbitragem da Fifa, Pierluigi Collina, não houve inicialmente um questionamento por parte dos jogadores. “Isso só ocorreu quando o replay do lance foi mostrado no telão do estádio”, disse. “Só então que os jogadores criticaram”, disse. 

Para ele, não se deve descartar que, no futuro, o público no estádio saiba como uma decisão foi tomada, assim como ocorre em outros esportes que já usam a tecnologia. “Mas estamos ainda andando. Antes de correr, precisamos aprender a caminhar”, disse. 

Collina disse que o VAR acertou 99,3% dos casos. No total, o VAR avaliou 335 lances durante a primeira fase, uma média de 6,9 por jogo. “Ainda não estamos 100%”, admitiu. 

Por fim, o chefe de arbitragem informou que houve uma correção no comportamento dos árbitros depois da primeira rodada. Mas, ainda assim, defendeu o sistema. “O contato não significa falta. Isso não é futebol”, disse Colina.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 15,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

ATENÇÃO: Mudança na sua assinatura da revista EXAME. A sua revista EXAME deixa de ser quinzenal a partir da próxima edição. Produziremos apenas uma edição por mês. Saiba mais