Casual

Em Barcelona: conheça o melhor restaurante do mundo e saiba quanto custa o menu

Com três estrelas Michelin, o restaurante comandado pelos chefs Eduard Xatruch, Oriol Castro e Mateu Casañas estava em 2º lugar na lista de 2023

Oriol Castro, Eduard Xatruch e Mateu Casañas, do Disfrutar. Restaurante de Barcelona eleito o melhor do mundo pelo 50 Best. (Divulgação/Divulgação)

Oriol Castro, Eduard Xatruch e Mateu Casañas, do Disfrutar. Restaurante de Barcelona eleito o melhor do mundo pelo 50 Best. (Divulgação/Divulgação)

Júlia Storch
Júlia Storch

Repórter de Casual

Publicado em 7 de junho de 2024 às 11h07.

Tudo sobreGastronomia
Saiba mais

A Espanha é um dos países com grande reconhecimento na gastronomia. Um dos grandes responsáveis por colocar o país europeu no cenário gastronômico são os irmãos Roca, que há quatro décadas inauguraram o Cellar de Can Roca e apresentaram ao mundo a culinária catalã com toques modernos. E  Ferran Adrià, que ao comandar o el Bulli de 1984 a 2011 conquistou três estrelas Michelin para a casa. Para além destas casas, agora outro restaurante foi eleito o melhor do mundo nesta semana, o Disfrutar, em Barcelona.

O World’s 50 Best Restaurants 2024 consagrou o Disfrutar como o melhor restaurante do mundo, passando à frente do também espanhol Etxebarri.

Com três estrelas Michelin, o restaurante comandado pelos chefs Eduard Xatruch, Oriol Castro e Mateu Casañas estava em 2º lugar na lista de 2023.

O Disfrutar é conhecido por técnicas modernas e ingredientes selecionados. Segundo o concurso, "a casa oferece uma experiência que subverte a gastronomia tradicional de uma forma completamente surpreendente. O menu degustação apresenta uma identidade mediterrânea com sabores de vanguarda para oferecer comida contemporânea ousada que é realmente instigante".

O Disfrutar é seguido no ranking pelo Asador Etxebarri (2º lugar) em Atxondo e pelo Table by Bruno Verjus (3º lugar) em Paris.

“É com grande entusiasmo que homenageamos o iconoclasta Disfrutar como o The World’s Best Restaurant. A equipe, liderada por Oriol Castro, Eduard Xatruch e Mateu Casañas, demonstrou extraordinária dedicação ao seu ofício, surpreendendo e encantando os clientes com cada prato de seu extenso menu. Este ano, a comunidade culinária celebra uma lista verdadeiramente global com restaurantes em 26 territórios, demonstrando que o apetite pela diversidade e excelência em hospitalidade não mostra sinais de diminuição", diz William Drew, Diretor de Conteúdo do The World’s 50 Best Restaurants.

Amigos há mais de 25 anos, quando se conheceram trabalhando na cozinha do lendário restaurante elBulli, Oriol Castro, Eduard Xatruch e Mateu Casañas se juntaram em 2012, um ano após o fechamento definitivo do restaurante de Adrià, para abrir o Compartir Cadaqués, elevando o conceito dos tradicionais bares de tapas.

A combinação de talentos acabou gerando um dos melhores restaurantes do mundo, o Disfrutar, inaugurado em 2014. Juntos, avançaram em criatividade e desafiaram os limites da culinária em uma escalada constante, iniciada em 2018, quando estrearam na lista dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo em 18º lugar. O que então lhes rendeu o prêmio de entrada em mais alta posição no ranking.

Recentemente, o restaurante recebeu as desejadas três estrelas do Guia Michelin, na edição espanhola de 2024.

O menu degustação do Disfrutar apresenta uma culinária mediterrânea divertida e moderna, com pratos como o “Panchino relleno de caviar y crema agria” ou o “Pesto multiesférico con pistachos tiernos y anguila” traduzem a alma vanguardista da casa. Um dos destaques é a “mesa viva” com gavetas que se abrem e revelam pratos e muda à medida que a refeição avança.

Há duas opções de menu degustação: o Clássico, com criações que se tornaram “clássicos” do restaurante e o Festival, com pratos sazonais. Cada menu custa 290 euros e com adicional de 160 euros para harmonização de vinhos.

O valor do menu Mesa Viva varia de acordo com o número de pessoas na mesa. A partir de 390 euros para seis pessoas e 1.050 euros para uma pessoa.

Os 50 melhores Restaurantes do Mundo

Janaína Rueda: melhor chef do mundo

Antes do anúncio final dos 50 Melhores do Mundo, a organização divulga outras premiações. Em março, Janaína Torres foi eleita a melhor chef do mundo. A cozinheira foi a décima a receber o prêmio, e uma das maiores vozes femininas da gastronomia brasileira.

Além da Casa do Porco, ela é coproprietária do bar casual Dona Onça, da lanchonete Hot Pork, da Sorveteria do Centro e da Merenda da Cidade, todos na cidade de São Paulo. Segundo o 50 Best, o impacto do trabalho de Torres no mundo culinário foi o que a levou a ser eleita a Melhor Chef Feminina do Mundo em 2024.

"Torres planeja um restaurante e centro cultural para 2025 no centro de São Paulo. Embora os detalhes ainda estejam em segredo, não será apenas um restaurante: haverá comida brasileira, além de um aspecto de bem-estar e pop-ups rotativos apresentando diferentes elementos da cultura latino-americana de suas viagens e estudos", disse o prêmio.

Acompanhe tudo sobre:RestaurantesGastronomiaEspanha

Mais de Casual

Os 5 melhores filmes e séries para maratonar no fim de semana

Como as cervejarias podem cativar uma Geração Z que bebe menos?

Festa Junina: 10 lugares para provar pratos típicos em São Paulo

Casa do Porco e Oteque estão entre os 50 melhores restaurantes do mundo; veja lista

Mais na Exame