Baterista da The Band morre de câncer aos 71 anos

O grupo acompanhava Bob Dylan nos anos 1960

Redação Central - O baterista e vocalista do grupo canadense The Band, Levon Helm, morreu aos 71 anos em Nova York vítima de um câncer de garganta, informou nesta sexta-feira a gravadora Vanguard Records.

Único integrante americano do grupo, que também conta com Rick Danko, Garth Hudson, Richard Manuel e Robbie Robertson em sua formação, Helm foi o responsável por levar o genuíno rock à sonoridade da banda. Impregnada de raízes folk, The Band é reconhecida por suas canções vibrantes e melancólicas, como "The Night They Drove Old Dixie Down" e "Up On The Cripple Creek".

Diagnosticado em 1998, Helm seguia sua batalha contra o câncer de garganta desde então, uma luta que foi encerrada na última quarta-feira no Memorial Sloan-Kettering Câncer Center de Manhattan.

Nascido no dia 26 de maio de 1940 em Arkansas, Mark Lavon Helm, filho de um agricultor de algodão, foi o primeiro músico a se unir ao cantor de rockabilly Ronnie Hawkins no grupo The Hawks nos anos 60. Posteriormente, o grupo se transformaria na The Band para acompanhar ninguém menos que Bob Dylan.

"Estou terrivelmente triste. Obrigado por 50 anos de amizade e música. Não há mais problemas e nem dor. Ele partiu em paz para um lugar formoso, maravilhoso e fantástico. Era o baterista de rock favorito de Buddy Rich... e meu amigo. Levon Helm, estou orgulhoso de você", afirmou nesta sexta Garth Hudson em sua página oficial.

Ao lado de sua The Band, Helm lançou alguns clássicos discos, como "Music from Big Pink - o primeiro do grupo -, "Stage Fright" e "Cahoots", discos que apostavam em um som cheio de tradição, enquanto o rock desta época parecia restrito ao olhar psicodélico.

O último show da formação original da The Band foi gravado por Martin Scorsese no documentário "The Last Waltz", onde também apareciam Neil Young, Neil Diamond, Eric Clapton e o próprio Dylan.

A The Band ainda entrou para Hall da fama do Rock em 1994, enquanto Helm publicou sua biografia, intitulada "This Wheel"s on Fire: Levon Helm and the Story of The Band", em 1993.

Mesmo depois de ter sido diagnosticado com câncer, Helm seguiu lançando discos e ganhado Grammy com "Dirt Farmer" (2007) e "Electric Dirt" (2009). Em 2011, ele ainda lançou o "Ramble at the Ryman", gravação de um show em Nashville com temas de toda sua carreira.

A influência de Helm no rock é enorme, como descreve a canção "Levon", de Elton John. Amy Helm, filha de Helm com a compositora Libby Titus, deu dois netos ao pai e sempre descrevia seu trabalho como "vida e coragem, coração e alma". 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também