Ayrton Senna ganha homenagem permanente da McLaren na Fórmula 1

Todos os carros da equipe terão o nome do piloto brasileiro estampado a partir do GP de Mônaco deste fim de semana
 (Divulgação/F1)
(Divulgação/F1)
Por Gabriel AguiarPublicado em 28/05/2022 10:00 | Última atualização em 28/05/2022 00:52Tempo de Leitura: 2 min de leitura

É verdade que Ayrton Senna defendeu quatro equipes na Fórmula 1. Mas foi pela McLaren que pilotou mais tempo e que levou três títulos mundiais – além dela, correu por Lotus, Toleman e Williams. E o time decidiu homenagear permanentemente o piloto brasileiro: a partir do Grande Prêmio de Mônaco, neste fim de semana, todos os carros terão o “S” estampado.

VEJA TAMBÉM

"Eu não consigo pensar em uma corrida melhor que Mônaco para começar a reconhecer a vida de Ayrton. Afinal, venceu aqui seis vezes, mais que qualquer outro piloto. Ele provou aqui a habilidade atrás do volante de um F1 que jamais foi igualada", disse Zak Brown, CEO da equipe. Tirando a vitória de 1987, pela Lotus, todas as demais (1989, 1990, 1991, 1992 e 1993) foram com a McLaren.

Vale lembrar que, desde a morte de Senna, no Grande Prêmio de San Marino de 1994, o logotipo do piloto continuou estampado por décadas na dianteira dos carros da Williams, até ser retirado pouco antes de a equipe iniciar a temporada deste ano. Desta vez, na McLaren, o famoso “S” será estampado no halo, como é chamado o arco de proteção sobre a cabeça dos pilotos.

Para Brown, essa novidade serve de suporte à família do brasileiro e também como lembrança constante do talento sensacional de Ayrton Senna para todos. “Ele é e sempre será uma lenda da McLaren. Quando morreu tragicamente, todo o mundo do esporte a motor sentiu a perda incomparável, mas sua memória vive nos corações e cabeças de fãs de Fórmula 1”, completa.

Conheça a newsletter da EXAME Casual, uma seleção de conteúdos para você aproveitar seu tempo livre com qualidade.