Após cirurgia, Berrettini não vai jogar em Roland Garros

Com a saída da competição, ele perderá duas posições no ranking, atingindo o 10º lugar
Matteo Berrettini, da Itália. (Getty Images/Mike Hewitt)
Matteo Berrettini, da Itália. (Getty Images/Mike Hewitt)
Por Julia StorchPublicado em 16/05/2022 11:50 | Última atualização em 16/05/2022 11:50Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O tenista italiano Matteo Berrettini retornou aos treinos após uma cirurgia na mão direita em março. Porém, a lenta recuperação tirou o atleta número 8 do mundo de Roland Garros no final de maio.

"Após uma atualização muito positiva da minha equipe médica, agora estou de volta a treinar em alto nível. Minha mão está ótima e estou trabalhando duro para melhorar minha forma física", publicou o atleta nas redes sociais.

"Minha equipe e eu tomamos a decisão de que voltar direto para 5 partidas no saibro em Roland Garros não seria sensato, portanto, atrasarei meu retorno para competir na temporada completa de grama", acrescentou.

Com a saída da competição, ele perderá duas posições no ranking, atingindo o 10º lugar.

Berrettini chegou às quartas de final em Paris no ano passado antes de perder para o eventual campeão Novak Djokovic. Em janeiro ele chegou às semifinais do Aberto da Austrália.

Dentre os grandes destaques para Roland Garros deste ano está Carlos Alcaraz. O espanhol de 19 anos tem feito de 2022 a sua temporada. Em Madri, disputou a quarta final no ano. E venceu todas. Antes, já havia sido campeão no Rio Open, no Masters de Miami e no ATP 500 de Barcelona. A estes, soma-se ainda o ATP de Umago, na Croácia, vencido no ano passado. É o sexto na Era Moderna (desde 1968, com a profissionalização) a ganhar as primeiras cinco decisões que disputa na carreira. E o primeiro desde Nadal, entre 2004 e 2005.