Após oito meses, Índia reabre cinemas sem estreias de Bollywood

Algumas regiões da Índia liberaram a reabertura dos cinemas com 50% da capacidade e restrições severas em segurança

Os cinemas de algumas partes da Índia abriram pela primeira vez em oito meses nesta quinta-feira, mas, como não há previsão de grandes lançamentos de Bollywood tão cedo, os proprietários das salas se perguntam se as plateias voltarão.

Todos os quase 10.000 cinemas indianos ficaram fechados depois que o país impôs um lockdown rigoroso em março, quando a pandemia de covid-19 começou.

Como o primeiro-ministro, Narendra Modi, está pressionando por um relaxamento gradual das medidas, alguns estados permitiram que os cinemas reabram, mas com 50% da capacidade e restrições severas em vigor.

Funcionários de cinemas receberam com flores os primeiros e relativamente poucos espectadores, que usavam máscaras.

"É uma sensação boa... todos estavam entediados em casa, e é bom vir aqui", disse Ramesh Gupta, que foi ver um filme em Prayagraj, cidade do norte indiano.

Bollywood não está lançando nenhum filme novo nos cinemas por ora, apesar da temporada de festivais iminente, quando a venda de ingressos costuma chegar ao auge e as plateias lotam as salas de exibição.

"É uma situação do tipo ovo e galinha", disse Shibasish Sarkar, presidente executivo da Reliance Entertainment, que tem dois filmes de grande apelo comercial esperando para ser lançados.

"Não saberemos se as plateias virão a menos que lancemos um filme, mas a grande dúvida é se estas plateias bastam".

No momento, os cinemas estão exibindo títulos antigos, incluindo uma cinebiografia de Modi lançada depois de sua vitória eleitoral retumbante no ano passado.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.