Qual o erro mais comum ao usar a palavra mesmo?

Diogo Arrais, professor de língua portuguesa do Damásio Educacional, explica qual o equívoco mais frequente que as pessoas cometem quando usam a palavra mesmo

* Respondido por Diogo Arrais, professor de língua portuguesa do Damásio Educacional

É impressionante como muita gente costuma usar a palavra “mesmo” com função pronominal. Nos voos, por exemplo:

“Verifique se está levando consigo todos os seus objetos, pois os mesmos podem ter se deslocado durante a viagem.”

Opa! Usar “os mesmos” assim não! Aliás, Napoleão Mendes de Almeida, em seu Dicionário de Questões Vernáculas, expõe:
Erro muito frequente é o emprego do demonstrativo mesmo com função pronominal em construções como estas: “...nova ortografia, visto que os trabalhos serão corrigidos pela mesma.”

Como fazer então? Usando palavras que funcionam como pronomes. Em uma sugestiva construção: “...nova ortografia, visto por ESTA deverem os trabalhos ser corrigidos.”

Um outro caminho está no uso dos pronomes do caso reto, tipicamente os responsáveis pela conjugação verbal e pelo sujeito: “Verifique se está levando consigo todos os seus objetos, pois ELES podem ter se deslocado durante a viagem.”
A palavra MESMO é essencialmente classificada como adjetivo; significa de igual identidade, exatamente igual a outro: “Aquelas aeromoças usam o mesmo uniforme até hoje.”

Pode, também, o termo indicar a reflexividade: “...vestindo-se a si mesmo.”

Em concursos públicos, por exemplo, é muito comum a aparição de MESMO como conjunção concessiva, sinônimo de “ainda que”, “embora”: “Mesmo triste, continuou o trabalho.”

Por fim, há também a classificação adverbial: “o salário do trabalhador comprovou mesmo a inflação.”

Então, quando você encontrar a famosa placa dos elevadores, piche mentalmente o devido pronome e verifique se ele se encontra, mesmo, naquele andar.

Um abraço, até a próxima e siga-me pelo Twitter!

 

 
 
 
Diogo Arrais
@diogoarrais
Professor de Língua Portuguesa – Damásio Educacional
Autor Gramatical pela Editora Saraiva

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também