Profissionais de TI de SP definem reajuste salarial neste sábado

O Sindicato dos Trabalhadores de Tecnologia da Informação quer aumento dos salários e ampliação da obrigatoriedade de PLR e VR

Os profissionais de Tecnologia da Informação de São Paulo definirão neste sábado (14) o reajuste salarial e as principais reivindicações que serão levadas à negociação coletiva de 2014. A assembleia será a última antes da entrega da pauta ao sindicato patronal da categoria. A negociação da proposta começará em janeiro.

Com abrangência de mais de 110 mil trabalhadores, a campanha salarial da categoria de TI foi lançada em 23 de novembro. O Sindicato dos Trabalhadores de Tecnologia da Informação (Sindpd) quer para 2014 o aumento real dos salários, da apresentação de proposta do Programa de Participação nos Lucros (PLR) e de Vale Refeição para os funcionários.

Segundo o Sindpd, o crescimento contínuo do setor será levado em consideração na hora de negociar. Antonio Neto, presidente do Sindicato, afirmou em nota que com a economia crescendo menos, as negociações tem resultado em aumentos que não superam a inflação. No entanto, o setor tem apresentado expansão de mais de 10% anualmente e isso deve refletir na ampliação dos benefícios e no reajuste salarial da categoria.

As principais reivindicações (PLR e VR) já tiveram alterações em 2013. Antes, apenas empresas com mais de 50 funcionários precisavam apresentar proposta de PLR. Já o VR era obrigatório para profissionais com jornada de oito horas em empresas com mais de 100 de empregados. Agora, o PLR vale para companhias com mais de 40 profissionais e o VR para empresas com mais de 50. Mas a expectativa é a de que a ampliação valha independente do número de funcionários.

A capacitação dos profissionais também será novamente discutida na negociação. Segundo Neto, os valores de cursos de especialização na área não condizem com a remuneração do profissional. O sindicato deseja que as empresas sejam obrigadas a auxiliar seus funcionários a se capacitarem. 

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.