Acompanhe:

O que pode mudar com o novo visto da Alemanha — e por que ele é diferente do Green Card dos EUA

Projeto anunciado pelo Ministro do Trabalho alemão prevê a autorização de entrada de estrangeiros em busca de emprego no país. Entenda mais sobre os requisitos e as diferenças do novo visto

Modo escuro

 (Sean Gallup/Getty Images)

(Sean Gallup/Getty Images)

L
Luciana Lima

Publicado em 22 de outubro de 2022, 15h34.

Última atualização em 22 de outubro de 2022, 15h56.

Para contornar a escassez de mão de obra, que por ano deixa 20 mil vagas sem profissionais para ocupá-las, a Alemanha está trabalhando em um novo visto para facilitar a entrada de imigrantes no país.

Anunciado no início de setembro pelo Ministro Federal do Trabalho da Alemanha, Hubertus Heil, o novo visto para imigrantes que não fazem parte da União Europeia seria baseado em um sistema de pontos e permitiria que estrangeiros entrassem no país em busca de trabalho.

VEJA TAMBÉM:

Batizado de Chancenkarte (ou cartão de oportunidades), a autorização tem sido chamada por muitas pessoas como “Green Card Alemão”, em uma analogia ao sistema de imigração americano.

Mas, segundo Diana Quintas, CEO da Fragomen, consultoria de imigração, o novo visto alemão, que ainda não foi lançado oficialmente, é bem diferente do modelo dos Estados Unidos.

“O Green Card americano prevê a residência permanente de quem obteve. Embora ainda não exista um prazo definido, no caso do alemão a ideia é que a pessoa que obter a autorização não fique o tempo que quiser”, diz.

“Nesse sentido, ele se parece muito mais com o novo visto de trabalho implementado pelo governo português, que prevê o prazo de 120 dias para imigrantes entrarem no país em busca de emprego. ”, completa.

Mesmo assim, Diana explica que o novo visto vai facilitar a entrada de imigrantes na Alemanha, principalmente por deixar de exigir que a pessoa esteja no seu país de origem para aplicar para o visto de trabalho tradicional.

“Hoje, se eu vou para a Alemanha com um visto de turismo de 90 dias e consigo emprego, eu tenho que voltar para o Brasil e aplicar para o visto de trabalho daqui. Com a criação do "opportunity visa” isso não será mais necessário”, afirma a especialista.

Quem pode obter o novo visto alemão?

Segundo o ministro, estariam elegíveis para aplicar para o novo visto estrangeiros que preenchessem três dos seguintes critérios:

  • Possuir diploma universitário;
  • Ter morado na Alemanha ou possuir conhecimento em alemão;
  • Possuir idade de até 35 anos;
  • Ter, pelo menos, três anos de experiência profissional.

Fora isso, os interessados também devem comprovar que possuem renda o suficiente para pagar as despesas durante o período em que estarão no país buscando emprego. “O que para os brasileiros pode ser um entrave considerando o câmbio do euro nos dias atuais”, pontua Diana.

A estimativa, segundo a Fragomen, é de que o prazo de permanência para quem conseguir obter o novo visto alemão seja entre seis a doze meses e ele entre em vigor a partir de 2023.

Quais as carreiras com mais vagas na Alemanha

Segundo um relatório do Instituto suíço Prognos, entre as principais carreiras que mais sofrem com a falta de mão de obra qualificada na Alemanha estão profissionais da saúde e de tecnologia. De acordo com o estudo, a falta de mão de obra desses dois setores geraria uma apagão de 3 milhões de pessoas até 2030 para a economia alemã, a maior da Europa.

“Como outros países, os profissionais de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática (STEM) são os mais demandados na Alemanha, que também sofre com uma fuga de cérebros de alemães dentro da própria Europa. A Alemanha já é bastante aberta para profissionais qualificados. Essa será só mais uma oportunidade”, afirma Diana.

Em entrevista à rádio alemã WDR, o próprio ministro salientou que o foco do novo visto será em mão de obra qualificada e que haverá uma quantidade limitada de vistos do tipo por ano.

"Os nossos representantes (da Fragomen) na Alemanha são taxativos ao dizer que isso não será o que vai resolver o problema da escassez de mão de obra no país. Mas, é claro, vai facilitar. Quem entrar com esse visto, com certeza terá uma abertura maior nas empresas alemãs, visto que já passou por uma triagem”, diz Diana.

Outros pontos, porém, ainda não estão claros, como a possibilidade de outras facilidades para quem obtiver o visto, como simplicação no processo de revalidação de diplomas e outras documentações, trâmites conhecidos por serem bastante burocráticos para estrangeiros na Alemanha.

“Não sabemos como será essa transição, mas não faz sentido o processo ser igual ao atual”, argumenta a especialista.

Inscreva-se e receba por e-mail dicas e conteúdos gratuitos sobre carreira, vagas, cursos, bolsas de estudos e mercado de trabalho.