Ele usou meme de Hitler, foi demitido e ganhou 200 mil dólares na Justiça

Funcionário de refinaria foi pego usando meme do Hitler para zombar de seu chefe. E ganhou ação na Justiça contra sua demissão

Você imagina o que aconteceria se você fosse pego zombando do seu chefe? A suposição mais óbvia é que você seria encaminhado para o RH e desligado da empresa.

E foi isso o que aconteceu com um funcionário da refinaria BP da Austrália após ser descoberto compartilhando um meme que comparava (como brincadeira) um discurso de Adolf Hitler com seu chefe negociando salários.

Scott Tracey foi demitido e entrou na justiça para contestar a decisão em 2019. Nesta segunda-feira, 10, ele ganhou ação no Tribunal de Justiça do Trabalho da Austrália e receberá 200 mil dólares australianos em compensação pelo tempo de salário e bônus perdidos.

Ele também foi readmitido na empresa. Segundo a empresa, o desligamento ocorreu pela comparação da gestão da empresa com nazistas e pela quebra do código de conduta ao mostrar o vídeo para um colega no computador da empresa.

Em reportagem da CNBC, a esposa de Scott Tracey é apontada como a autora do polêmico vídeo com o chefe do marido.

O meme usa uma cena do filme “A Queda! As Últimas Horas de Hitler”, de 2004, com legendas diferentes das originais. Na internet, diversos vídeos circulavam dando diferentes sentidos para o discurso raivoso de Hitler. No filme, o chanceler está gritando com seus generais após receber a notícia de que a Alemanha foi derrotada na Segunda Guerra Mundial.

Na justiça, a primeira reinvidicação de Tracey sobre sua demissão ser injusta foi negada. Mas a decisão foi derrubada e ele agora pode voltar ao seu posto na refinaria de Perth.

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.