Carreira
Acompanhe:

Conheça os vencedores do Prêmio Revelação em Finanças 2010

IBEF SP e KPMG escolhem as pesquisas na área de Finanças que mais se destacaram no ano

Denísio Liberato recebeu incentivo do Banco do Brasil para conquistar o primeiro lugar (IBEF SP/Divulgação)

Denísio Liberato recebeu incentivo do Banco do Brasil para conquistar o primeiro lugar (IBEF SP/Divulgação)

P
Pedro Zambarda

12 de novembro de 2010, 23h09

São Paulo - Nesta sexta-feira, 12 de novembro, o Instituto Brasileiro de Executivos de Finanças (IBEF SP) e a  KPMG premiaram os pesquisadores em finanças com trabalhos de revelação do ano.

O IBEF/KPMG recebeu 21 trabalhos para a seleção do prêmio, entre teses acadêmicas e pesquisas feitas efetivamente para o público corporativo. A premiação foi de 15 mil reais.

O vencedor da categoria foi Denísio Liberato, doutorando e professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV), da Fundação Instituto de Administração (FIA) e da Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP). Ele foi premiado com um capítulo de tese de doutorado, em desenvolvimento, chamado “Original Sin e Price Discovery no Mercado de Bonds Soberanos em Reais”. A pesquisa busca soluções de como melhorar a situação da dívida interna brasileira. "Meu trabalho teve forte incentivo do Banco do Brasil e traz uma contribuição para o entendimento da dívida pública nacional" disse.

Já a menção honrosa foi para Ludwig Agurto Berdejo, gerente da controladoria de finanças na rede hoteleira Accor. Ele desenvolveu um indicador que avalia, a partir de estatísticas das receitas, os riscos para o investidor. Ludwig é mestre pela FEA-USP e  possui MBA. "Meu trabalho é uma revisão da administração de finanças levando em conta a história da profissão" disse, esclarecendo que sua pesquisa será utilizada em 2011 pela Accor.