6 fatores que podem estar atrasando a sua promoção

Contexto econômico, tamanho da empresa e incompatibilidade de perfil levam à estagnação de uma carreira

São Paulo - A soma dos ingredientes que levam alguém a subir na carreira é uma receita complexa - que não se resume à qualidade das suas entregas.

De acordo com Flora Victoria, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Coaching, o tempo de uma promoção está atrelado, entre outros fatores, ao desempenho da economia, às taxas de desemprego e às condições do mercado em que o profissional atua.

Também é possível considerar outros elementos nessa equação. “Se você está numa startup, por exemplo, as chances e a velocidade das promoções são maiores”, explica Flora. Já numa empresa madura, ou em fase de declínio, a ocorrência é menos frequente.

A situação financeira do empregador e o orçamento destinado às promoções também interferem no aparecimento das oportunidades.

Mas o que explica a ascensão meteórica de alguns? Segundo Flora, à parte de fatores externos, o crescimento rápido de certos profissionais tem a ver com o fato de contribuirem diretamente com os resultados da empresa.

“Há também a lei da oferta e procura: os profissionais escassos no mercado tendem naturalmente a subir mais rápido do que os abundantes”, afirma a vice-presidente da Sociedade Brasileira de Coaching.

Com tantas variáveis em jogo, é natural que haja alguns insatisfeitos. Porém, mais do que culpar fatores incontroláveis, Flora recomenda que se assuma a responsabilidade pelos resultados da sua carreira.

“Se você realmente quer uma promoção, invista no seu próprio desenvolvimento e crie caminhos para demonstrar o seu valor”, aconselha.

A seguir, veja atitudes que podem estar atrapalhando os seus planos de crescimento, segundo Flora:

1. Desinteresse
Um profissional que não busca aprender sobre os processos da empresa não é visto com bons olhos. Flora afirma que essa postura pode ser interpretada pelo empregador como descaso - o que deixará o funcionário no mesmo lugar onde está.

2. Excesso de ego
Ser confiante é diferente de ser prepotente. De acordo com a vice-presidente da Sociedade Brasileira de Coaching, humildade é uma característica fundamental para quem deseja conquistar o respeito de todos na empresa e receber convites para ascender.

3. Tempo de resposta inadequado
“Quando o profissional atrasa prazos ou demora muito para executar suas atividades, é percebido como lento, mal adaptado ao ritmo de trabalho”, diz Flora. Se você quer uma promoção, procure ser rápido e eficiente.

4. Perfil burocrático
Segundo Flora, alguns profissionais apenas executam tarefas, sem procurar entender sua contribuição para o negócio. “Quanto mais um profissional for capaz de gerar resultados, mais chances tem de ser levado para cima”, afirma ela.

5. Falta de propostas originais
É importante investigar soluções inovadoras e eficazes para o dia a dia da empresa. Ser criativo e proativo faz um profissional se destacar aos olhos dos gestores - e, eventualmente, ser escolhido para uma promoção.

6. Incompatibilidade com o perfil da empresa
É inútil esperar uma evolução num ambiente que não tem nada a ver com você. Se os seus valores e a sua personalidade não correspondem aos da sua empresa, é melhor buscar outros horizontes para transpor.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também