3 perguntas inteligentes para fazer na entrevista de emprego

O momento em que o entrevistador abre espaço para o candidato é perfeito para te destacar pelo interesse e atenção à vaga e à empresa

“E você, o que quer saber?” Essa pergunta, geralmente nos últimos minutos do encontro, é outro clássico de entrevistas de empregoMesmo assim, muitos candidatos esquecem de se preparar para esta parte (crucial) das seleções.

Afinal, que tipo de dúvidas você pode ter? A resposta é: qualquer tipo de dúvida, mesmo que elas tenham surgido durante a conversa.

[youtube https://www.youtube.com/watch?v=EsjDr-uDoEU?feature=oembed%5D

Não sabe se entendeu algo corretamente? Confirme. Quer saber o que eles acham de horários flexíveis? Pergunte. Quer entender quais são as possibilidades de viagem, que tipo de exposição à liderança existe ou se a empresa oferece planos de desenvolvimento individual? Esse é o momento!

Recentemente, o site Fast Company reuniu três exemplos de perguntas que você pode fazer em uma entrevista de emprego. Muito úteis para qualquer profissional ter na manga e não só entender melhor a oportunidade em questão, como aproveitar a chance para se destacar ainda mais. 

3 perguntas que você pode fazer em uma entrevista

1. O que significa sucesso para funcionários em posições iniciais nessa empresa?

O que essa pergunta quer dizer é: como você pode ter sucesso no início da trajetória, de acordo com a empresa?

A resposta do entrevistador pode envolver as qualidades buscadas nesses jovens profissionais, o que esclareceria o que você deve fazer quando chegar lá ou se destacar no processo seletivo. Dá para aproveitar e oferecer novas informações pertinentes ao assunto que o recrutador puxar logo depois da resposta dele!

2. Como você descreveria a equipe e o gerente do time em que eu trabalharia?

A lógica é a mesma da pergunta anterior, de entender o que acontece no dia a dia e o que você deve esperar desse trabalho, além de aprofundar seu entendimento da cultura organizacional.

3. Se você me oferecesse o emprego, o que recomendaria que eu fizesse para começar com o pé direito?

Ou seja, o que você precisaria fazer logo no primeiro dia para um bom começo e que tipo de desafios enfrentaria de cara. Segundo Jeremy Paine, vice-presidente e chefe de operações da empresa Remote Year, isso ajuda o entrevistador a visualizar o candidato naquela posição – o que pode ser muito bom para sua situação no processo seletivo!

E como ele está pensando em você individualmente naquele momento, os conselhos são ainda mais específicos e os insights, mais úteis. Seria possível para o recrutador, por exemplo, aprofundar sobre o que você, com suas habilidades e competências (que ele conheceu mais a fundo durante a entrevista), poderia fazer.

  • Este artigo foi originalmente publicado pelo Na Prática, portal da Fundação Estudar

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.