Novo reality traz ex-BBBs para falar de alimentação saudável

No Perrengue, da foodtech Liv Up, é sucesso ao atrelar conteúdo e entretenimento

Por Danilo Vicente*

Unir diversão à geração de conteúdo, catalisando conversas sobre assuntos importantes para a sociedade. Esse parece ser o novo segredo dos reality shows, que nesta pandemia da covid tanto atraem espectadores e patrocinadores.

Começando com o estouro do Big Brother Brasil (BBB) e toda o debate levantado sobre racismo e “cancelamento”, passando pelo Mestre do Sabor, um sucesso comercial, em que pululam patrocinadores demonstrando preocupações com alimentação de qualidade, até chegar ao mais novo, o No Perrengue, lançado esta semana nas redes sociais pela foodtech Liv Up.

Para quem ainda não assistiu, No Perrengue chega com o peso de Zeca Camargo (ex No Limite) apresentando uma competição entre Arthur Piccoli e Lumena Aleluia, dois participantes do BBB21. É competição, mas com o recado da alimentação saudável, do apoio à produção orgânica e familiar.

Liv Up esteve no trending topics do Twitter repetidamente durante esta semana. A hashtag #ArthurcomLivUp foi usada mais de dois milhões de vezes nos últimos sete dias. É claro que a base de fãs de Arthur e Lumena ajuda muito. Mas o principal é que as pessoas querem deixar de pensar no trabalho e no tanto de ruim que a pandemia trouxe para se divertir e, ao mesmo tempo, aprender de maneira leve.

Obviamente, não me refiro a conteúdo escolar ou complexo. Não é preciso ser isso. Porém, sim, é conteúdo que gera conversa na mesma hora, via redes sociais, ou no dia seguinte. O BBB 21 fez muito bem ao Brasil quando abordou a força do cabelo black power do professor João Luiz. No Mestre do Sabor, o espectador aprende sobre regionalismo, se emociona ao ouvir as dificuldades de profissões ligadas à cozinha, ainda mais com restaurantes em abre e fecha nos últimos meses. E em No Perrengue as pessoas refletem sobre a dificuldade em conciliar o trabalho ou estudo em casa com a rotina corrida, até mesmo com o preparo alimentar.

Para engajar as pessoas não há mais a necessidade de apostar em discussões, sopapos e até mau-caratismo, comuns anos atrás em reality shows. É a vez da mistura entre entretenimento e conhecimento.

*Danilo Vicente é sócio-diretor da Loures Comunicação

Este é um conteúdo da Bússola, parceria entre a FSB Comunicação e a Exame. O texto não reflete necessariamente a opinião da Exame.

Siga a Bússola nas redes: Instagram | LinkedinTwitter | Facebook | Youtube

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também