Um conteúdo Bússola

Nestlé atrela bônus da liderança à meta de redução de emissões de CO₂

São mais de 100 iniciativas em andamento que incluem matérias-primas, operações, destinação de resíduos, distribuição e reciclagem
Cerca de 2 mil colaboradores em todo o Brasil serão impactados (Luis Alvarez/Getty Images)
Cerca de 2 mil colaboradores em todo o Brasil serão impactados (Luis Alvarez/Getty Images)
Por BússolaPublicado em 23/05/2022 19:30 | Última atualização em 23/05/2022 19:54Tempo de Leitura: 2 min de leitura

Por Bússola 

A Nestlé passará, a partir deste ano, a atrelar a remuneração variável de toda a sua liderança ao cumprimento de metas de redução das emissões de carbono. A iniciativa vai considerar os resultados obtidos em mais de 100 projetos em andamento ou em fase de implementação para toda a cadeia de valor. Cerca de 2 mil colaboradores em todo o Brasil serão impactados pela medida e terão parte da remuneração variável relacionada ao atingimento do target definido para a companhia no país.  

A medida está alinhada ao compromisso global de reduzir pela metade as emissões líquidas de gases de efeito estufa até 2030 e atingir emissões líquidas zero até 2050, bem como com as metas estabelecidas para o mercado brasileiro para serem cumpridas em três anos. São elas: obter 30% das principais matérias-primas por meio de práticas regenerativas; reciclar o equivalente a todo o plástico colocado no mercado brasileiro; e conservar 300 mil hectares na Amazônia, gerando renda e promovendo educação para 4 mil pessoas.  

“É um passo concreto que demonstra o compromisso com a evolução da nossa jornada de sustentabilidade de ponta a ponta na cadeia de valor. Essa decisão também nos coloca como um player importante dentro do ecossistema para ajudar a acelerar ações de transformação junto aos nossos fornecedores”, afirma Marcelo Melchior, CEO da Nestlé Brasil.   

Agricultura regenerativa, matérias-primas sustentáveis, melhorias de processos e eficiência em fábricas, logística, embalagens, reciclagem e destinação de resíduos estão entre as áreas responsáveis pelos projetos estabelecidos para a cadeia de valor com o objetivo de promover a redução da emissão de carbono. A evolução da meta para cada um dos projetos é acompanhada mensalmente pelo Comitê de Sustentabilidade, formado pelo presidente da empresa, diretores das áreas relacionadas e equipes técnicas, e passará por auditorias periódicas para a mensuração dos resultados.   

A decisão de incluir metas de sustentabilidade na remuneração variável é global e envolve todos os mercados nos quais a Nestlé atua, respeitando o peso da operação e os projetos em desenvolvimento em cada um deles. 

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também:

Mercado regulado no Brasi ltem metano, vegetação nativa e carbono azul 

 

3 perguntas de ESG para João Amaral, do projeto Voz dos Oceanos 

 

Entenda como o desperdício de alimentos pode afetar o meio ambiente