• AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
  • AALR3 R$ 20,07 -0.64
  • AAPL34 R$ 68,92 3.20
  • ABCB4 R$ 16,74 0.30
  • ABEV3 R$ 14,10 0.57
  • AERI3 R$ 3,85 5.77
  • AESB3 R$ 10,95 2.34
  • AGRO3 R$ 30,96 0.72
  • ALPA4 R$ 20,80 1.66
  • ALSO3 R$ 19,47 2.42
  • ALUP11 R$ 27,24 1.64
  • AMAR3 R$ 2,48 2.90
  • AMBP3 R$ 31,15 3.66
  • AMER3 R$ 24,11 2.73
  • AMZO34 R$ 66,30 -0.51
  • ANIM3 R$ 5,55 1.83
  • ARZZ3 R$ 79,40 -2.41
  • ASAI3 R$ 16,00 0.25
  • AZUL4 R$ 21,94 3.98
  • B3SA3 R$ 12,15 0.91
  • BBAS3 R$ 38,56 4.22
Abra sua conta no BTG

L'Oréal Brasil assina compromisso por salário digno, seguindo pacto da ONU

Movimento faz parte da Ambição 2030 do Pacto Global , que prevê valor capaz de estilo de vida considerado aceitável
Até 2030, valor deve se estender a empregados de fornecedores estratégicos (Getty Images/Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket)
Até 2030, valor deve se estender a empregados de fornecedores estratégicos (Getty Images/Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket)
Por BússolaPublicado em 13/05/2022 13:01 | Última atualização em 13/05/2022 13:01Tempo de Leitura: 2 min de leitura

O CEO da L'Oréal Brasil, Marcelo Zimet, assinou na sede da empresa no Rio de Janeiro o compromisso por salário digno. A carta faz parte da Ambição 2030 do Pacto Global da ONU. O Grupo L'Oréal é participante e protagonista da iniciativa pela remuneração adequada. Desde julho de 2021, 100% dos colaboradores da L'Oréal Brasil recebem o valor baseado nesse cálculo e, até 2030, todos empregados de fornecedores estratégicos terão de receber a adequada remuneração.

O movimento de salário digno pretende garantir que os trabalhadores e suas famílias sejam capazes de manter um estilo de vida considerado aceitável pela sociedade em seu nível atual de desenvolvimento econômico. Isso inclui acesso a água, moradia, educação, transporte, saúde, entre outros. Para o cálculo da soma, que muitas vezes é superior ao salário-mínimo nacional, são considerados aspectos econômicos e sociais de cada região isoladamente (a L’Oréal usa metodologia recomendada pelo pacto, a Fair Wage Network).

Siga a Bússola nas redes: Instagram | Linkedin | Twitter | Facebook | Youtube

Veja também

Reforma trabalhista cinco anos depois: o que virá com as eleições

Startup investe em inclusão para jovens de baixa renda e profissionais 45+

Para o futuro das carreiras, flexibilidade é "o quê", tecnologia é "como"