17 detidos em protesto contra tarifa em SP são liberados

Neste sábado, passou a vigorar na cidade a tarifa de R$ 3,80 para ônibus, trens e metrô.

São Paulo -- Todas as 17 pessoas detidas pela Polícia Militar suspeitas de participar de atos de vandalismo durante os protestos de sexta-feira contra o aumento da tarifa de ônibus foram liberadas até o fim da tarde deste sábado, 9.

Quatro haviam sido presas em flagrante por crimes de roubo, dano ao patrimônio qualificado e posse de material explosivo. As informações são do Decap, departamento responsável pelas delegacias da capital paulista.

Neste sábado, passou a vigorar na cidade a tarifa de R$ 3,80 para ônibus, trens e metrô.

Segundo a Polícia Civil, duas pessoas foram presas por tentar roubar um policial militar que acompanhava o protesto, uma por destruir uma viatura da PM e a última por estar com material explosivo na mochila.

A prisão do manifestante que supostamente estaria com esse artefato é contestada por participantes da manifestação.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.