Brasil
Acompanhe:

Pesquisa governo RJ: Castro tem 26%, e Freixo aparece com 19%, diz Ipec

A pesquisa ouviu 1.200 pessoas entre os dias 27 e 29 de agosto em 37 cidades fluminenses. A margem de erro é de três pontos

Castro e Freixo: atual governador lidera. (Castro: Rafael Campos / Governo do RJ / Freixo: Divulgação/Divulgação)

Castro e Freixo: atual governador lidera. (Castro: Rafael Campos / Governo do RJ / Freixo: Divulgação/Divulgação)

D
Da redação, com agências

30 de agosto de 2022, 20h54

O atual governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), tem 26% das intenções de voto no primeiro turno, sendo a pesquisa Ipec, divulgada nesta terça-feira, 30. Marcelo Freixo (PSB) vem logo em seguida, com 19%. Os números são de uma pergunta estimulada, com os nomes apresentados aos entrevistados. Em relação à pesquisa feita no dia 15 de agosto, Castro ganhou cinco pontos, e Freixo, dois.

Rodrigo Neves, do PDT, tem 6% das intenções de voto, Cyro Garcia (PSTU) tem 4%, Juliete Pantoja (UP) aparece com 3%, Eduardo Serra (PCB), Wilson Witzel (PMB), e Paulo Ganime (Novo) fizeram 3% cada. Luiz Eugênio (PCO) ficou com 1%. Brancos e nulos são 19%, e os que não sabem, 16%.

A pesquisa ouviu 1.200 pessoas entre os dias 27 e 29 de agosto em 37 cidades fluminenses. A margem de erro é de três pontos para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. A pesquisa está registrada no Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro sob o protocolo Nº RJ-06010/2022 e no Tribunal Superior Eleitoral sob o protocolo Nº BR-00063/2022.

Em uma pergunta espontânea, quando o eleitor diz o primeiro nome que lembra, Castro tem 16%, Freixo aparece com 9%. Neves tem 2%, e Cyro Garcia, 1%. Os demais nomes não pontuaram. Brancos e nulos são 15%, e os que não sabem somam 55%.

O Ipec simulou ainda um segundo turno apenas entre os dois mais bem colocados. Em um confronto entre Castro e Freixo, os dois estão tecnicamente empatados, mas o atual governador tem uma vantagem sobre Freixo: 38% a 35%.

Senado

Romário (PL) lidera com folga as intenções de voto na corrida pelo Senado, com 30%. Na sequência, aparecem Alessandro Molon (PSB), com 8%; Daniel Silveira (PTB), 7%; Cabo Daciolo (PDT), 6%; Clarissa (União Brasil), 5%; André Ceciliano (PT), 5%; Bárbara Sinedino (PSTU), 1%; Raul (UP), 1%; Professor Helvio Costa (DC), 1%; e Dr. Paulo Marcelo, 1%. Itagiba (Avante), Hermano Lemme (PCO) e Hiran Roedel (PCB) não pontuaram.

O candidato Dr. Paulo Marcelo (PMB) renunciou à sua candidatura após o registro desta pesquisa.

(Com Estadão Conteúdo)

Veja como foram as últimas pesquisas eleitorais de 2022: