OMS diz que coronavírus se estabilizou no Brasil, mas ainda não há queda

Mike Ryan avaliou que crescimento médio de casos diários da doença se estabilizou na casa dos 40 mil, mas não é exponencial como foi em abril, maio e junho

Nesta sexta-feira, 17, o diretor executivo da Organização Mundial da Saúde (OMS), Mike Ryan analisou o quadro atual do coronavírus no Brasil, em entrevista coletiva em Genebra, na Suíça.

Segundo ele, o número médio de casos diários da doença se estabilizou na casa dos 40.000 nas últimas semanas, mas ainda não apresenta uma tendência de queda sustentada. “O vírus ainda dita a regra em muitos países, inclusive no Brasil”, alertou.

Ryan destacou que o crescimento da epidemia no país já não é exponencial, como em abril, maio e junho. Ele explicou que a taxa de reprodução, conhecida como R, recuou da faixa de R1,5 a R2 para cerca de R1, o que significa que, na maioria dos estados, um pessoa contaminada já não infecta mais de um indivíduo.

“Mas não há nenhuma garantia de que os casos vão começar a diminuir sozinhos”, ponderou, lembrando que 11% dos diagnósticos estão em profissionais da saúde.

O médico também exortou governos a comunicar os riscos de transmissão da covid-19 “de forma clara”.

Sobre a missão de especialistas da OMS que investiga a origem do vírus na China, ele disse que não há um prazo para a divulgação dos resultados das apurações.

Nesta quinta-feira, o país chegou a 2 milhões de casos de infecções pelo novo coronavírus.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.

Você já leu todo conteúdo gratuito deste mês.

Assine e tenha o melhor conteúdo do seu dia, talvez o único que você precise.

Já é assinante? Entre aqui.

Plano mensal Revista Digital

Plano mensal Revista Digital + Impressa

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis

R$ 15,90/mês

R$ 44,90/mês

Plano mensal Revista Digital

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

ASSINE

Plano mensal Revista Digital + Impressa

Acesse ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças + Edição impressa quinzenal com frete grátis.

ASSINE