Brasil

Maria do Rosário tem 30,2% e Sebastião Melo, 24,8%,em Porto Alegre, aponta AtlasIntel

Na pesquisa, Any Ortiz (Cidadania) tem com 9,1% das intenções de voto, enquanto Comandante Nádia (PL) tem 8,5%

Maria do Rosário é candidata à prefeitura de Porto Alegre (Reprodução/Reprodução)

Maria do Rosário é candidata à prefeitura de Porto Alegre (Reprodução/Reprodução)

Mateus Omena
Mateus Omena

Repórter da Home

Publicado em 20 de junho de 2024 às 12h56.

Última atualização em 20 de junho de 2024 às 14h40.

Tudo sobreEleições 2024
Saiba mais

A deputada federal Maria do Rosário (PT) lidera as intenções de voto pela prefeitura de Porto Alegre, com 30,2%, aponta pesquisa AtlasIntel. Em segundo lugar está o atual prefeito Sebastião Melo (MDB), com 24,8%.

Na sequência aparecem Any Ortiz (Cidadania), com 9,1%, Comandante Nádia (PL), com 8,5%, Juliana Brizola (PDT), com 8,2%, e Felipe Camozzato (Novo), com 6,7%.

Os candidatos Thiago Duarte (União) e Fabiana Sanguiné (PSTU) registram 1,3% das intenções de voto cada um. O levantamento também indica que 2% dos eleitores em Porto Alegre ainda não decidiram seu voto, enquanto 7,9% declararam intenção de votar em branco ou nulo.

  • Maria do Rosário (PT): 30,2%;
  • Sebastião Melo (MDB): 24,8%;
  • Any Ortiz (Cidadania): 9,1%;
  • Comandante Nádia (PL): 8,5%;
  • Juliana Brizola (PDT): 8,2%;
  • Felipe Camozzato (Novo): 6,7%;
  • Fabiana Sanguiné (PSTU): 1,3%;
  • Doutor Thiago Duarte (União): 1,3%;
  • Não sei: 2%;
  • Voto branco/nulo: 7,9%.

Outro cenário eleitoral

A pesquisa simulou cenários sem a participação de Any Ortiz e da Comandante Nádia no pleito. Nesta situação, Maria do Rosário aparece com 31,8% das intenções de voto e Sebastião Melo com 28,3%. Em seguida, aparecem Brizola, com 11,7%, Camozzato, com 9,1%, Doutor Thiago, com 1,9%, e Sanguiné, com 1,5%.

A AltasIntel também simulou um possível segundo turno entre os líderes do levantamento, Sebastião Melo e Maria do Rosário. Os resultados mostram que o atual prefeito teria 43,7% das intenções de voto, enquanto a deputada federal Maria do Rosário alcançaria 38,2%.

A pesquisa foi registrada na Justiça Eleitoral sob o número RS-09253/2024 e entrevistou entrevistou 1.798 eleitores, por meio do Atlas RDR, entre 9 e 14 de junho. A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos, e o nível de confiança, de 95%.

Crise climática

A eleição na capital do Rio Grande do Sul ocorre em um contexto desafiador, marcado pela situação de calamidade devido às chuvas intensas que afetaram a região em maio.

A cidade de Porto Alegre ainda enfrenta os impactos das enchentes, incluindo o fechamento do Aeroporto Salgado Filho - cuja reabertura está prevista para dezembro-  como uma das mais graves consequências.

Em todo o estado, as mortes provocadas pelas enchentes chegaram a 177 e 37 pessoas estão desaparecidas, segundo informações atualizadas da Defesa Civil gaúcha. O estado conta com 478 municípios afetados pelas chuvas e pelo menos 10 mil pessoas estão vivendo em abrigos.

Acompanhe tudo sobre:Eleições 2024Rio Grande do SulEnchentes no RS

Mais de Brasil

Farmácia Popular passa a oferecer 95% dos medicamentos gratuitamente

André Mendonça, do STF, dá 30 dias para governo concluir renegociação das multas da Lava-Jato

Força-tarefa extingue 30 pontos de queimada no Pantanal, diz Marina

CCJ do Senado adia votação da PEC do marco temporal de áreas indígenas

Mais na Exame