Governo eleva IOF sobre capital externo para 4%

Medida só é válida para renda fixa; investimentos na bolsa e o IED estão livres
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou o aumento do IOF de 2% para 4% (Arquivo)
O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou o aumento do IOF de 2% para 4% (Arquivo)
D
Da RedaçãoPublicado em 10/10/2010 às 03:47.

Brasília - O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou no início da noite a elevação da alíquota de Imposto sobre Operações Financeiras (IOF) de 2% para 4% para os investimentos estrangeiros em renda fixa. A medida vale a partir de amanhã, dia 5. Segundo o ministro, o objetivo é evitar a valorização excessiva do real que causa prejuízos para as exportações brasileiras.

De acordo com Mantega, a medida não atinge os investimentos em Bolsa nem o investimento estrangeiro direto (IED). "Essa medida reforça a decisão adotada há um ano pelo governo", disse o ministro. No ano passado, o governo instituiu a alíquota de 2% no IOF para investimentos estrangeiros em renda fixa e ações.

Leia mais sobre impostos

Siga as últimas notícias de Economia no Twitter