Governo de SP amplia horário de venda de bebida alcoólica em restaurantes

A medida é válida somente para as regiões que estão na fase 3 amarela da quarentena, como é o caso da Grande São Paulo

O governo de São Paulo fez uma alteração da quarentena em todo o estado nesta sexta-feira, 19. Uma das mudanças foi ampliar a venda de bebida alcoólica em restaurantes para até 22 horas. Antes, os restaurantes só podiam vender bebidas até 20h, mas podiam ficar abertos até 22 horas.

A medida é válida somente para as regiões que estão na fase 3 amarela da quarentena, como é o caso da Grande São Paulo. Os bares só ficam autorizados a vender até 20h. Nas demais fases da quarentena as regras não mudam (veja abaixo). Todas as alterações começam a valer a partir do dia 22 de fevereiro, próxima segunda-feira.

O governo alterou também as fases em quatro regiões: Barretos e Presidente Prudente tiveram uma piora na taxa de internações de leitos de UTI e foram para a fase 1 vermelha, em que somente os serviços essenciais podem funcionar. Continuam nesta fase mais restrita as regiões de Araraquara e de Bauru.

Passaram para fases menos restritas as regiões de Franca - que vai para a fase 2 laranja - e Sorocaba, que fica na fase 3 amarela. A capital paulista e a Baixada Santista permanecem na fase 3 amarela.

A ocupação de leitos de UTI em todo o estado e na Grande São Paulo está em 66%. A média diária de internações, que contabiliza leitos de UTI e enfermaria, é de 1.480 novas solicitações, segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde. Este valor está próximo de 1.400 desde o começo de janeiro e é um dos mais altos já registrados.

No começo de fevereiro, o governo do estado fez uma alteração na quarentena e deixou mais restritas a circulação de pessoas em regiões do interior do estado, onde muitas cidades estão com a taxa de ocupação de leitos de UTI em 100, como Araraquara, que está em lockdown há cinco dias. 

Quarentena em São Paulo

 (Governo de São Paulo/Divulgação)

Restrições da fase amarela 

  • Capacidade de atendimento do comércio de rua e shoppings é de 40%. Podem abrir por no máximo 12 horas por dia, até as 22 horas
  • Restaurantes podem abrir com 40% da capacidade por 10 horas por dia, até as 22 horas. Venda de bebida é permitida até 22 horas
  • Bares podem abrir com 40% de capacidade, por 10 horas por dia, até as 20 horas
  • Salões de beleza podem funcionar por até 10 horas por dia
  • Academias podem abrir com 40% de capacidade, por 10 horas por dia, até 22 horas
  • Parques ficam abertos

Restrições da fase laranja 

  • Capacidade de atendimento de comércio de rua, shoppings, salões de beleza e restaurantes é de 40%. Podem abrir por no máximo 8 horas por dia, até as 20 horas
  • Nas academias a capacidade máxima é de 40%
  • Bares são proibidos de ter atendimento presencial — apenas delivery é permitido
  • Os parques ficam abertos

Restrições da fase vermelha 

  • Apenas atividades essenciais podem funcionar, como supermercados, farmácias e postos de gasolina
  • Comércio, shoppings, academias, salões de beleza, bares e restaurantes precisam ficar fechados
  • Parques ficam fechados
De 0 a 10 quanto você recomendaria Exame para um amigo ou parente?

Clicando em um dos números acima e finalizando sua avaliação você nos ajudará a melhorar ainda mais.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.