Estatais investiram volume recorde em 2010

MInistério do Planejamento disse que os R$ 84,1 bilhões investidos em 2010 são recorde; setor de energia foi o que mais recebeu

Brasília - As empresas estatais investiram R$ 84,1 bilhões em 2010, valor considerado recorde pelo Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. O volume de recursos é 17% superior ao total aplicado em 2009 (R$ 71,5 bilhões). O Orçamento de Investimento das Empresas Estatais para 2010 foi previsto inicialmente pela Lei Orçamentária Anual (LOA).

De acordo com a LOA, a dotação consolidada para o Orçamento de Investimento de 2010 deveria ser de R$ 94,4 bilhões, um aumento de 13,5% em relação ao valor da dotação aprovada em 2009. Durante o ano passado, houve uma alteração para elevar a dotação para R$ 102,1 bilhões destinados a obras e serviços em 375 projetos e 280 atividades. Do total, foram executados R$ 84,1 bilhões ou 82,4% da dotação.

O Ministério do Planejamento informou também que os maiores investimentos foram no setor de energia, com R$ 78,2 bilhões, seguido de comércio e serviços, incluindo o setor financeiro (R$ 2,58 bilhões) e o da indústria (R$ 1,9 bilhão).

O Ministério de Minas e Energia recebeu o maior volume de investimentos. Em segundo lugar, ficou o Ministério da Fazenda. No caso da pasta de Minas e Energia, o volume de recursos chegou a 93,4% do total de investimentos das estatais constantes da LOA. Foram aplicados 83,9%. Já a Fazenda executou 76,4% e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, 69,2%.

O Planejamento divulgou também que o total de recursos nas operações de crédito por região foi de R$ 765 bilhões. As regiões Sudeste e Sul foram as que mais tiveram recursos, com R$ 395,1 bilhões e R$ 128,4 bilhões, respectivamente. As informações constam da Portaria nº 7, publicada na edição de hoje (2) do Diário Oficial da União pelo Departamento de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Dest) do Ministério do Planejamento.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 3,90/mês
  • R$ 9,90 após o terceiro mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 99,00/ano
  • R$ 99,00 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 8,25 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também