Estamos de cara nova! E continuamos com o conteúdo de qualidade.
Nova Exame

Desabamento no Rio põe Copa de 2014 em dúvida, diz FT

Jornal britânico diz que acidente ressalta uma deficiência de infraestrutura que o crescimento econômico do país ainda não conseguiu sanar

São Paulo – Segundo o jornal britânico Financial Times, o desabamento de três prédios no centro do Rio de Janeiro põe em dúvida – novamente – as condições de infraestrutura da cidade para receber grandes eventos esportivos como a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016.

O texto, publicado no blog Beyond Brics, faz duras críticas ao país, dizendo que o acidente no Rio serve para dar uma pausa no discurso dos que dizem que o aumento da prosperidade da economia fez com que o Brasil deixasse para trás seu status de “mercado emergente”.

“Não importa o quanto tenha sido conquistado, nem quão grande seja o potencial do Brasil, ele ainda precisa lidar com uma pesada herança de seu passado”, diz a publicação.

O Financial Times diz ainda que, apesar do estádio do Maracanã, que já tem mais de 60 anos, estar sendo reformado para a Copa do Mundo, os turistas que forem ao Rio para o evento terão de fazer uso de muitos prédios antigos, com sua estrutura original intacta.

“Os governos estadual e municipal do Rio trabalharam duro para urbanizar as notórias favelas da cidade e retomar o controle das mãos dos traficantes, com sucesso parcial. Mas, como o desastre de quarta-feira mostra, não há solução rápida para os problemas nos grandes centros”, afirma o texto.

Repercussão

A tragédia no Rio foi noticiada pelos principais veículos internacionais nesta quinta-feira. O site jornal norte-americano The New York Times abordou o acidente sob o mesmo enfoque dado pelo Financial Times. “O incidente ressalta a falha das autoridades em melhorar a infraestrutura da cidade em meio às preparações para hospedar a Copa do Mundo e as Olimpíadas”, diz texto publicado no site com informações da agência Reuters

Já o britânico The Guardian publicou reportagem sobre o desabamento trazendo diversos relatos de pessoas que testemunharam o acidente. “Testemunhas disseram que ouviram um barulho alto antes do desabamento.” Dentre elas, um advogado, que declarou ao repórter do Guardian que o acidente lembrou a queda do World Trade Center, nos Estados Unidos.

A rede britânica BBC também noticiou o acidente, dando destaque para a entrevista que o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, deu ao canal Globo News, confirmando que 19 pessoas que estavam dentro dos prédios não voltaram para casa.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 4,90/mês
  • R$ 14,90 a partir do segundo mês.

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

exame digital anual

R$ 129,90/ano
  • R$ 129,90 à vista ou em até 12 vezes. (R$ 10,83 ao mês)

  • Acesse quando e onde quiser.

  • Acesso ilimitado ao EXAME Invest, macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo e tecnologia.
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Veja também