"Cúpula do Exército foi pega de surpresa com demissão", diz Santos Cruz

Militares não sabiam que Fernando Azevedo, ministro da Defesa, deixaria o governo
Fernando Azevedo, ministro da Defesa: demissão pegou militares de surpresa (Pedro França/Agência Senado)
Fernando Azevedo, ministro da Defesa: demissão pegou militares de surpresa (Pedro França/Agência Senado)
Carla Aranha
Carla Aranha

Publicado em 29/03/2021 às 16:38.

Última atualização em 30/03/2021 às 16:10.

O anúncio do pedido de demissão do ministro Fernando Azevedo nesta segunda, dia 29, pegou boa parte das Forças Armadas e de militares ligados ao comando do Exército de surpresa.

"Fui supreendido há 15 minutos com o telefonema de um amigo militar me perguntando se eu sabia que o Fernando Azevedo ia se demitir", disse o general Carlos Alberto dos Santos Cruz, ex-ministro da Secretaria de Governo. Segundo Santos Cruz, a demissão "teve algum motivo", só não se sabe ainda qual foi.

Veja, a seguir, a nota do ministro Fernando Azevedo sobre seu pedido de demissão:

“Agradeço ao presidente da República, a quem dediquei total lealdade ao longo desses mais de dois anos, a oportunidade de ter servido ao país, como ministro de Estado da Defesa.

Nesse período, preservei as Forças Armadas como instituições de Estado.

O meu reconhecimento e gratidão aos comandantes da Marinha, do Exército e da Aeronáutica, e suas respectivas forças, que nunca mediram esforços para atender às necessidades e emergências da população brasileira.

Saio na certeza da missão cumprida”.


O podcast EXAME Política vai ao ar todas as sextas-feiras. Clique aqui para ver o canal no Spotify, ou siga em sua plataforma de áudio preferida, e não deixe de acompanhar os próximos programas.