Covid-19: Brasil registra 57 óbitos e 7,1 mil casos em 24 horas

Número total de infectados é 34,01 milhões e de mortes, 679.996
Dados estão na atualização do Ministério da Saúde divulgada neste domingo (7) (Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC/Agência Brasil)
Dados estão na atualização do Ministério da Saúde divulgada neste domingo (7) (Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC/Agência Brasil)
A
Agência BrasilPublicado em 08/08/2022 às 06:58.

As secretarias estaduais e municipais de Saúde registraram 7.198 novos casos de covid-19 nas últimas 24 horas em todo o país. De acordo com os órgãos, foram confirmadas também 57 mortes por complicações associadas à doença no mesmo período.

Os dados estão na atualização do Ministério da Saúde divulgada neste domingo (7), mas não conta com números atualizados de sete estados: Distrito Federal, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Roraima e Tocantins. O Mato Grosso do Sul não atualizou o número de mortes.

Com as novas informações, o total de pessoas infectadas pelo novo coronavírus durante a pandemia soma 34.018.371. O número de casos em acompanhamento de covid-19 está em 606.669. O termo é dado para designar casos notificados nos últimos 14 dias que não tiveram alta e nem resultaram em óbito.

Com os números de hoje, o total de óbitos alcançou 679.996, desde o início da pandemia. Até agora, 32.731.706 pessoas se recuperaram da covid-19. O número corresponde a 96,2% dos infectados desde o início da pandemia.

Estados

Segundo o balanço do Ministério da Saúde, no topo do ranking de estados com mais mortes por covid-19 registradas até o momento estão São Paulo (173.338), Rio de Janeiro (74.945), Minas Gerais (63.104), Paraná (44.645) e Rio Grande do Sul (40.545).

Os estados com menos óbitos resultantes da pandemia são Acre (2.021), Amapá (2.153), Roraima (2.158), Tocantins (4.189) e Sergipe (6.418)

Em relação aos casos, os maiores números estão em São Paulo (5,95 milhões), Minas Gerais (3,83 milhões) e Paraná (2,70 milhões). Os menores índices foram registrados no Acre (145.488), Roraima (173.401) e Amapá (177.265).

Vacinação

Segundo dados divulgados pelo Ministério da Saúde, foram aplicadas 496,51 milhões de doses de vacina contra a covid-19 no Brasil, sendo 178,58 milhões de primeira dose, 159,63 milhões de segunda dose e 4,98 milhões de dose única.

A primeira dose de reforço foi aplicada em 103,56 milhões de pessoas, a segunda dose de reforço em 17,99 milhões. O painel registra ainda 4,7 milhões de doses como "adicionais", que são aquelas aplicadas em quem tinha recebido o imunizante da Janssen, de dose única.