Ciro e o PDT valem muito mais do que os votos que fizeram, diz Lula sobre apoio

O ex-governador do Ceará ficou em quarto lugar, com 3,5 milhões de votos válidos — equivalente a 3,04%
Lula e Ciro: PDT apoiou o ex-presidente no segundo turno (Montagem/Exame)
Lula e Ciro: PDT apoiou o ex-presidente no segundo turno (Montagem/Exame)
G
Gilson Garrett Jr

Publicado em 05/10/2022 às 15:40.

Última atualização em 05/10/2022 às 15:52.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) avaliou que o apoio do PDT e de Ciro Gomes a sua candidatura é fundamental para o segundo turno. "O Ciro não é 3% de votos, o Ciro é mais do que isso", disse o petista em uma coletiva de imprensa na tarde desta quarta-feira, 5, ao lado do presidente do PDT, Carlos Lupi.

Lula ainda disse que Ciro é do "tipo de pessoa que ele gosta de graça, mesmo quando falam mal". "O Ciro é uma pessoa que às vezes pessoalmente é muito diferente do que é no palco de luta. Às vezes fazemos tipo, e fazemos coisas que não fazemos na vida normal. O Ciro e o PDT valem muito mais do que os votos que fizeram", afirmou.

O ex-governador do Ceará ficou em quarto lugar, com 3,5 milhões de votos válidos — equivalente a 3,04%. Em um vídeo divulgado nas redes sociais, Ciro disse que acompanha a decisão do partido, mas não citou, em nenhum momento o nome do ex-presidente lula ou mesmo a palavra PT.

Na manhã desta quarta-feira, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) declarou voto em Lula "por uma história de luta pela democracia e inclusão social", disse em uma publicação em rede social. A postagem estava junto com fotos dos dois. 

O anúncio do apoio de Simone Tebet, do MDB, é esperada para o fim da tarde desta quarta-feira. Mais cedo, os dois almoçaram na casa da ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy (Solidariedade) para acertar os detalhes do acordo. Tebet entregou ao ex-presidente cinco sugestões para o programa de governo do candidato petista, incluindo pontos como reformas administrativa e tributária.

LEIA TAMBÉM