Brasil

Câmara tem 234 novos nomes e renovação de 44%, a menor da série histórica

Eleições 2022: dos 513 eleitos para a Câmara dos Deputados, 234 não estavam no cargo; Câmara terá duas deputadas trans pela primeira vez na história

Câmara dos Deputados: dos 513 eleitos, 234 não estão no cargo atualmente (Michel Jesus/Agência Câmara)

Câmara dos Deputados: dos 513 eleitos, 234 não estão no cargo atualmente (Michel Jesus/Agência Câmara)

DR

Da Redação

Publicado em 3 de outubro de 2022 às 13h27.

Última atualização em 3 de outubro de 2022 às 13h51.

A Câmara dos Deputados teve renovação de 44,05% nas eleições de 2022, segundo calculado pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (DIAP).

  • 234 são novos nomes;
  • 287 foram reeleitos.

Ao todo, dos 446 candidatos que já eram deputados na atual legislatura e tentavam a reeleição, 64,34% foram reeleitos.

VEJA TAMBÉM: Deputado Nikolas Ferreira é o mais votado no país em 2022, com mais de 1,46 milhão de votos

Renovação baixa e volta de nomes conhecidos

A eleição 2022 se torna a com menor índice de renovação da série histórica do DIAP, que inclui dados até 1990. Apesar disso, o índice também ficou em linha com a média histórica, de 45,78% de renovação (veja o histórico completo na tabela abaixo).

As duas únicas eleições na série que não tiveram renovação abaixo de 50% foram as primeiras calculadas, logo após a redemocratização, em 1990 e 1994. A eleição com maior renovação foi em 1990, com 61,82% dos eleitos sendo novos deputados.

O DIAP também apontou em nota que "a renovação pode ser considerada relativa" em 2022, uma vez que houve "ingresso ou retorno de ex-deputados federais, estaduais, senadores e além de governadores, prefeitos conhecidos na política".

A Câmara dos Deputados informou nesta segunda-feira, 3, que, ao todo, 17 ex-deputados voltarão à Casa na próxima legislatura.

Encerrada a apuração e o cálculo dos eleitos, a Câmara também informou que a bancada feminina na Casa aumentará em 18%, além da chegada de duas novas deputadas trans pela primeira vez na história: Erika Hilton (PSOL-SP) e Duda Salabert (PDT-MG).

Histórico de renovação na Câmara dos Deputados

Ano da eleição

Composição da Câmara no ano da eleição

Nº de candidatos à reeleição

Índice de recandidatura

Nº de reeleitos

Índice de reeleição

Nº de novos

Índice de renovação

1990

495

368

74,34%

189

51,35%

306

61,82%

1994

503

397

78,92%

230

57,93%

273

54,28%

1998

513

443

86,35%

288

65,01%

225

43,86%

2002

513

416

81,09%

283

68,02%

230

44,83%

2006

513

442

86,16%

267

60,41%

246

47,95%

2010

513

407

79,33%

286

70,76%

227

44,25%

2014

513

387

75,43%

273

70,54%

240

47,00%

2018

513

404

78,75%

274

67,82%

239

46,58%

2022

513

446

86,93%

287

64,34%

226

44,05%

Média*

513

417

81,93%

278

66,98%

234

45,78%

Fonte: tabela elaborada pelo DIAP. Média calculada desde 2002.

Acompanhe tudo sobre:Câmara dos DeputadosCongressoEleiçõesEleições 2022Política

Mais de Brasil

Câmara aprova projeto que cria cadastro nacional de condenados por violência contra a mulher

Comissão da Câmara aprova projeto de lei para incluir animais domésticos no Censo Demográfico

MPF busca solução para liberar 400 estrangeiros retidos no aeroporto de Guarulhos

Lula avaliará situação de Juscelino após viagem, diz Jaques Wagner

Mais na Exame