Brasil registra recorde de 65 mil casos de covid-19 em 24h, diz consórcio

O país tem um total de 82.890 óbitos e 2.231.871 de infectados. No período de um dia, foram confirmadas mais 1.293 vítimas

O Brasil tem 82.890 mortes e 2.231.871 casos confirmados de covid-19, segundo levantamento do consórcio de imprensa junto às secretarias estaduais de saúde e divulgado nesta quarta-feira, 22 de julho.

O balanço, atualizado às 20 horas, mostra que em 24 horas foram registrados 1.293 óbitos e 65.339 testes reagentes para o SARS-CoV-2, um recorde desde o início da pandemia.

O consórcio de veículos reúne UOL, Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, G1 e Extra.

A média móvel, que contabiliza o número de óbitos da última semana, é de 1.052. Há quase dois meses este valor está acima de 1.000 confirmações.

Nesta quarta-feira, os Estados Unidos registraram 63.028 casos de covid-19, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, sigla em inglês). Já plataforma Worldmeters confirmou pouco mais de 71 mil novas infecções.

A diferença se deve ao fechamento na apuração dos dados. O CDC faz a atualização duas vezes ao dia, uma pela manhã e outra no fim da tarde. A plataforma contabiliza os números em tempo real.

Saúde gastou 30% do previsto contra a covid-19

O Ministério da Saúde gastou cerca de 30% do dinheiro prometido para enfrentar a covid-19 desde março, mostra auditoria do Tribunal de Contas da União (TCU). De R$ 38,97 bilhões reservados à pasta em ação do Orçamento sobre pandemia, foram pagos R$ 11,48 bilhões até 25 de junho.

A equipe técnica do TCU afirma que não conseguiu identificar a estratégia de compras, logística, distribuição de insumos, além de desconhecer “critérios para transferência de recursos” do ministério. As respostas da Saúde ao tribunal teriam sido insuficientes, afirma o relatório.

Mundo passa de 15 milhões de casos

O mundo passou a marca de 15 milhões de casos confirmados de covid-19 nesta quarta-feira, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

Os Estados Unidos estão em primeiro lugar em número de infectados e de mortes, com 3,9 milhões e 619 mil, respectivamente. O Brasil está logo atrás.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, somente hoje foram mais de 200 mil testes positivos para o vírus SARS-CoV-2 em todo do planeta.

(Com Estadão Conteúdo)

Espera! Tem um presente especial para você.

Uma oferta exclusiva válida apenas nesta Black Friday.

Libere o acesso completo agora mesmo com desconto:

exame digital

R$ 15,90/mês

R$ 6,36/mês

  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 44,90/mês

R$ 40,41/mês

  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa quinzenal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.