Brasil tem 1.209 mortes por covid-19 em 24h, diz consórcio de imprensa

Pela segunda vez consecutiva o número de vítimas passa de mil. O país também voltou a ficar em primeiro lugar no mundo com mais óbitos no período de um dia

O Brasil tem 46.665 mortes e 960.309 casos confirmados de covid-19. Os dados são do consórcio de imprensa formado por UOL, Folha de S.Paulo, O Estado de S. Paulo, O Globo, G1 e Extra e foram divulgados nesta quarta-feira, 17.

O balanço, atualizado às 20 horas, é contabilizado com base nas informações das 27 secretarias de saúde estaduais.

Em 24 horas foram mais 1.209 vítimas e 31.475 testes positivos para o vírus SARS-CoV-2. É o segundo dia consecutivo que os óbitos superam a marca de mil.

Nesta quarta-feira o Brasil voltou a ficar em primeiro lugar como o país os que mais registrou mortes no período de um dia. Em segundo está os Estados Unidos, com 722 óbitos e 27.975 novos casos confirmados, segundo o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, sigla em inglês).

Diretor executivo da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Ryan disse nesta quarta-feira que há sinais de estabilização da pandemia no Brasil mas que ainda é preciso cautela.

"Já vimos isso acontecer antes. Pode haver sinais de estabilização por uns dias e a doença voltar a decolar", afirmou Ryan.

O Brasil está há 33 dias sem um ministro da Saúde. Eduardo Pazuello está na função interinamente desde que Nelson Teich deixou a pasta.

SP bate novo recorde de mortes

Pelo segundo dia, São Paulo registrou um novo recorde de mortes por covid-19 em 24 horas. Foram confirmadas mais 389 vítimas, superando o registrando ontem, com 365 óbitos. No total, 11.521 pessoas perderam a vida no estado.

Para a equipe do Comitê de Saúde, que analisa e evolução da pandemia no estado, o recorde é reflexo de algo que ocorreu há até 30 dias.

O estado é o que mais tem casos confirmados em todo o país, com 191.517. Depois vem o Rio de Janeiro, com 86.963, e Ceará, com 84.967.

Obrigado por ler a EXAME! Que tal se tornar assinante?


Tenha acesso ilimitado ao melhor conteúdo de seu dia. Em poucos minutos, você cria sua conta e continua lendo esta matéria. Vamos lá?


Falta pouco para você liberar seu acesso.

exame digital

R$ 12,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser.

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.
Assine

exame digital + impressa

R$ 29,90/mês
  • Acesse onde e quando quiser

  • Acesso ilimitado a conteúdos exclusivos sobre macroeconomia, mercados, carreira, empreendedorismo, tecnologia e finanças.

  • Edição impressa mensal.

  • Frete grátis
Assine

Já é assinante? Entre aqui.