Região campeã de soja da China vai aumentar área plantada em 2022

Medida visa recuperar a produção chinesa, que caiu 16% no ano passado em função da valorização do milho, segundo o governo chinês
A província chinesa de Heilongjiang, maior produtora de soja do país, pretende aumentar área plantada (Reuters/Kim Kyung-Hoon)
A província chinesa de Heilongjiang, maior produtora de soja do país, pretende aumentar área plantada (Reuters/Kim Kyung-Hoon)
Por ReutersPublicado em 03/01/2022 10:10 | Última atualização em 03/01/2022 10:10Tempo de Leitura: 1 min de leitura

A província chinesa de Heilongjiang, principal produtora de soja do país, planeja aumentar a área cultivada com a oleaginosa em 10 milhões de mu (666.667 hectares) em 2022, informou a agência de notícias oficial Xinhua neste domingo.

A produção de soja da China caiu fortemente no ano passado, à medida que os produtores decidiram plantar mais milho, por ser mais lucrativo. O Ministério da Agricultura estima que a produção de soja da China na temporada 2021/22 cairá em 16,3% em relação a 2020/21.

O ministério havia estimado que 8,4 milhões de hectares foram cultivados com soja em 2021/22.

Na semana passada, o ministro da Agricultura do país disse em uma conferêncial anual de trabalhos rurais que a China deveria estabilizar a produção de grãos e ampliar a produção de soja e oleaginosas.