Governo argentino limita compra de dólares

Medida visa reduzir a fuga de dólares, que se intensificou após o presidente Maurício Macri perder eleições primárias

O governo argentino anunciou, no domingo (1), maior controle no mercado de câmbio do país. A medida visa reduzir o movimento de alta do dólar, que, no ano, já avançou 58% em relação ao peso argentino. Somente em agosto, a moeda local se desvalorizou 35,78% frente à americana. Entre as novas regras impostas, o governo de Maurício Macri limitou pessoas físicas a comprarem até 10 mil dólares por mês.

Notícias sobre
Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.