A página inicial está de cara nova Experimentar close button
DIRETO DA BOLSA com Letícia Toledo

Credit Suisse prevê dólar a R$ 4,50 em 2016

Ibovespa opera perto da estabilidade. Já Credit Suisse prevê 2016 difícil com dólar a R$ 4,50

São Paulo - Ao que tudo indica, a euforia na bolsa com a apresentação das novas medidas fiscais do governo já passou. O Ibovespa operava perto da estabilidade nesta terça-feira. Os papéis da Qualicorp tinham quedas de 6% e as ações ordinárias da Equatorial e da Multiplan tinham perdas de 3%. Entre os destques de alta do pregão estão os papéis ordinários da MRV e preferenciais da OI e do Itaú Unibanco, todos com alta de 2,3%. Hoje pela manhã a presidente Dilma Rousseff se reuniu com deputados da base aliada em busca de apoio para garantir a aprovação das medidas anunciadas ontem. E o banco Credit Suisse revisou ainda mais para baixo as projeções para a economia brasileira em um relatório divulgado nesta terça-feira. O banco prevê uma contração de 3% do PIB em 2015 e de 1,5% em 2016. Além disso, o Credit espera que o dólar chegue a um preço de R$ 4,50 no próximo ano.